Os tenistas mais bem pagos do mundo em 2016

Conheça a lista dos dez tenistas mais bem pagos do mundo em 2016. Saiba quem é o ‘rei’ dos courts.

Os tenistas mais bem pagos do mundo em 2016
Saiba quanto ganham os tenistas de topo.

É sabido que o ténis move milhões. Além dos altos prémios recebidos em torneios Grand Slam ou torneios ATP e WTA, os tenistas são recorrentemente requisitados para serem os rostos de marcas de luxo, como por exemplo, de relógios, equipamentos desportivos ou automóveis, pois a audiência habitual deste desposto é um público com capacidade financeira para adquirir tais produtos.

A revista norte-americana Forbes divulgou recentemente a lista dos tenistas mais bem pagos do mundo em 2016 (valores correspondentes aos montantes recebidos entre junho de 2015 e junho de 2016). Uma lista que revela as fortunas dos tenistas mais bem pagos do mundo.

A lista da Forbes apresenta, ainda, outras curiosidades: Roger Federer lidera a lista (mantém o primeiro lugar), mas ainda não ganhou qualquer título em 2016 (apesar de somar no currículo 17 títulos Grand Slam); e, apesar dos primeiros lugares serem ocupados por homens (a primeira mulher a surgir na lista é Serena Williams, na quinta posição), a lista mostra que o ténis é dos desportos onde existe maior equidade entre géneros.

Refira-se que a lista da Forbes é baseada no dinheiro recebido por títulos e prémios, bem como patrocínios.

10 Tenistas mais bem pagos do mundo em 2016

1. Roger Federer (Suíça)
67,8 milhões de dólares (7,8 milhões de prémios + 60 milhões de patrocínios)

2. Novak Djokovic (Sérvia)
55,8 milhões de dólares (21,8 milhões de prémios + 34 milhões de patrocínios)

3. Rafael Nadal (Espanha)
37,5 milhões de dólares (5,5 milhões de prémios + 32 milhões de patrocínios)

4. Kei Nishikori (Japão)
33,5 milhões de dólares (3,5 milhões de prémios + 30 milhões de patrocínios)

5. Serena Williams (Estados Unidos)
28,9 milhões de dólares (8,9 milhões de prémios + 20 milhões de patrocínios)

6. Andy Murray (Reino Unido)
23 milhões de dólares (8 milhões de prémios + 15 milhões de patrocínios)

7. Maria Sharapova (Rússia)
21,9 milhões de dólares (1,9 milhões de prémios + 20 milhões de patrocínios)

8. Stan Wawrinka (Suíça)
17,4 milhões de dólares (6,4 milhões de prémios + 11 milhões de patrocínios)

9. Agnieszka Radwanska (Polónia)
10,2 milhões de dólares (5,2 milhões de prémios + 5 milhões de patrocínios)

10. Caroline Wozniacki (Dinamarca)
8 milhões de dólares (1 milhões de prémios + 7 milhões de patrocínios)


 

Top 5 dos tenistas mais bem pagos do mundo em 2015

 

1. Roger Federer

Levou para casa cerca de 67 milhões de dólares, sendo que só em patrocínios a receita foi de 58 milhões de dólares. Marcas como a Nike, Rolex ou Mercedes-Benz são os principais patrocinadores daquele que se tornou um ícone do ténis mundial.
 

2. Novak Djokovic

O seu vencimento foi de 48,2 milhões de dólares. Só em patrocínios (marcas como a Peugeot ou a Seiko) arrecadou 31 milhões de dólares.
 

3. Rafael Nadal

Ganhou cerca de 32,5 milhões de dólares. Os patrocínios representaram 28 milhões de dólares na faturação, sendo que as principais marcas patrocinadoras são a Kia, Nike e Drasanvi.
 

4. Maria Sharapova

Em quarto lugar, Maria Sharapova, cujo vencimento foi de 29,7 milhões de dólares. As marcas Nike, Head, Avon, Posche, Tag Heuer e Evian contribuiram com 23 milhões de dólares para o bolo total da faturação.
 

5. Serena Williams

O quinto lugar dos tenistas mais bem pagos do mundo foi entregue a Serena Williams que ganhou, em 2014, 24,6 milhões de dólares. Desse total, 13 milhões de dólares em patrocínios.


Os restantes tenistas mais bem pagos do mundo foram:
  • Andy Murray;
  • Kei Nishikori;
  • Caroline Wozniacki;
  • Stan Wawrinka;
  • Ana Ivanovic.

Neste ranking, é possível ver o peso das mulheres na prática de ténis a nível mundial, uma vez que existe uma grande percentagem de mulheres tenistas neste top 10.


Veja também: