AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Terapia da Fala: como e para quem

A Terapia da Fala vai muito para além da fala e não são apenas as crianças que podem beneficiar desta terapia.

Terapia da Fala: como e para quem
O que é e quais as áreas de intervenção

A Terapia da Fala é efetuada por um técnico de diagnóstico e terapêutica, o Terapeuta da Fala. Esta valência pode ser encontrada em unidades hospitalares, públicas ou privadas, ou em clínicas especializadas.


O que é a Terapia da Fala?

A Terapia da Fala atua no contexto da prevenção, avaliação e tratamento das perturbações da comunicação, onde se incluem todas as funções ligadas à compreensão e produção da linguagem oral e escrita e todas as formas apropriadas de comunicação não-verbal.

O Terapeuta da Fala é o profissional que intervém em todas as situações de patologia da fala, da voz e da linguagem oral e escrita na criança, adolescente ou adulto. É responsável pela prevenção, avaliação, intervenção e diagnóstico das perturbações da comunicação, assim como da deglutição.
 


Quais as áreas de intervenção?

  • Perturbações da Fala - Dificuldade na articulação de palavras, fluência, ressonância, voz e respiração (disartria, apraxia, gaguez, disfonia);
  • Atraso do desenvolvimento da linguagem;
  • Perturbações da Linguagem - Dificuldade na compreensão e expressão da linguagem oral, escrita, gráfica e gestual;
  • Dificuldades de aprendizagem - Afasia, perturbações cognitivo-linguísticas;
  • Alterações da leitura e escrita;
  • Alterações da deglutição/mastigação;
  • Motricidade e sensibilidade orofacial.
 

Sinais de Alerta


Crianças

  • Tem 2 anos e não fala?
  • Não entende o que lhe é dito?
  • Não diz todos os sons?
  • Troca letras ou sons ao falar, ler ou escrever?
  • Tem dificuldades de leitura e escrita?
  • Gagueja e tem mais de 4 anos?
  • Fica rouca com frequência?
  • Precisa de adaptar o discurso para ser compreendido pela criança?
Se respondeu positivamente a uma ou mais perguntas, um Terapeuta da Fala poderá diagnosticar se existe realmente algum problema com a criança, ajudar a ultrapassar e indicando, se necessário, a intervenção da Terapia da Fala associada a outras áreas da saúde.
 

Adultos

  • Sente a voz rouca?
  • Sente a garganta seca ou áspera?
  • A voz é a sua ferramenta de trabalho?
  • Não fala por receio de gaguejar?
  • Tem dificuldades em mastigar ou deglutir alimentos?
  • Baba-se ou engasga-se com alimentos sólidos ou líquidos?
  • Sente dificuldade em falar?
  • Tem dificuldades em fazer-se compreender ou compreender o que lhe dizem?
  • Não se lembra do nome das pessoas ou objetos?
Nos adultos, algumas perturbações da linguagem são originadas por lesões no sistema nervoso central e periférico, como por exemplo acidentes vasculares cerebrais, tumores, traumatismos crânio-encefálicos ou doenças degenerativas. Nestas situações, recorrer à Terapia da Fala é essencial.

Veja também: