AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

TESP - uma alternativa para o seu percurso académico

Tudo o que precisa de saber sobre os TESP.

TESP - uma alternativa para o seu percurso académico
TESP – Tudo sobre os Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Os TESP, ou CTESP, são Cursos Técnicos Superiores Profissionais. Qual a sua duração, a quem se destinam, em que áreas existem e quais as qualificações à saída destes cursos? Fique a saber tudo sobre este novo percurso de formação ao seu dispor!


TESP - Uma alternativa para o seu percurso académico

Os TESP são cursos superiores profissionais, com a duração de dois anos, que têm como objetivo formar técnicos superiores profissionais numa área de atividade profissional.


Que qualificação conferem os Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Os cursos técnicos superiores profissionais conferem um diploma de técnico superior profissional.
Este diploma habilita para o desenvolvimento de uma atividade profissional qualificada


Quem pode frequentar um curso TESP?

Podem concorrer à inscrição num curso técnico superior profissional:
  • Os estudantes que tenham concluído um curso de ensino secundário (científico-humanístico, incluindo a modalidade de ensino recorrente, profissional, artístico especializado), ou um curso equivalente ao ensino secundário;
  • Os estudantes maiores de 23 anos que sejam aprovados nas provas especiais de acesso.
  • Podem também concorrer os estudantes aprovados em todas as disciplinas dos 10.º e 11.º anos de um curso de ensino secundário que obtenham aprovação numa prova a realizar pela instituição de ensino superior.
Os estudantes admitidos nestas condições têm de realizar, já na instituição de ensino superior, uma formação complementar de 15 a 30 créditos (meio semestre a um semestre de duração).

Os concursos de admissão são realizados por cada instituição de ensino superior.


Qual a duração destes cursos TESP?

Os cursos técnicos superiores profissionais têm a duração de dois anos (quatro semestres).
Nos três primeiros semestres os estudantes frequentam:
  • Disciplinas de formação geral e científica (cerca de 30%);
  • Disciplinas de formação técnica (cerca de 70%).
Setenta por cento das horas de aulas das disciplinas de formação técnica são de aplicação prática, laboratorial ou oficinal, consoante o tipo de profissão para que o curso prepara.
O último semestre é preenchido com um estágio que assegurará a aplicação da formação adquirida às atividades profissionais para que o curso prepara.


Como faço para conseguir o estágio associado ao meu curso TESP?

O estágio é obrigatoriamente assegurado pela instituição de ensino superior.
O estágio decorre em empresas e entidades que desenvolvem atividades profissionais no domínio para que o curso prepara e que dispõem de capacidade de enquadramento do estagiário.


Qual o valor das propinas?

O valor das propinas é fixado por cada instituição de ensino superior.
Nas instituições de ensino superior públicas a propina anual apresenta, em regra, valores inferiores a 1000 euros.
No ano letivo de 2015-2016, a propina não pode exceder 1063 euros, valor máximo da propina dos cursos de licenciatura e de mestrado integrado.
A propina pode, em regra, ser paga em várias prestações.

Para mais informações sobre o valor das propinas e o número de prestações em que pode ser paga deve consultar a instituição de ensino superior em que se pretende inscrever.
No ano letivo de 2014-2015 as propinas anuais dos cursos técnicos superiores profissionais apresentaram valores entre 420 e 940 euros.


E se necessitar, posso solicitar uma bolsa de estudos?

Sim.
Os estudantes dos cursos técnicos superiores profissionais têm, tal como os estudantes das licenciaturas ou dos mestrados, e nas mesmas condições destes, direito a pedir bolsa de estudos.
Têm igualmente direito a beneficiar dos restantes recursos disponibilizados pelos serviços de ação social da respetiva instituição de ensino superior (p. ex., cantinas e residências).
Mais informações acerca das condições para a atribuição de bolsa de estudos podem ser obtidas na DGES ou diretamente nos serviços de ação social das instituições de ensino superior.


Quais as condições de acesso?

As condições específicas para concorrer a cada curso técnico superior profissional são fixadas pelas respetivas instituições de ensino superior de acordo com a área em que o curso se insere.
Estas condições consistem, normalmente, na aprovação em disciplinas do ensino secundário que sejam consideradas indispensáveis para o bom desempenho no curso técnico superior profissional.
A informação acerca das condições para ingresso em cada curso encontra-se disponível nos sites das instituições de ensino superior.


Como posso apresentar a minha candidatura?

Para ingressar num curso técnico superior profissional, deve apresentar a sua candidatura diretamente à instituição de ensino superior que o ministra.
As instituições de ensino superior divulgam as condições, prazos e vagas nos respetivos sites.
Valorize-se profissionalmente... Saiba como com o nosso Simulador de Emprego e Formação >> Veja também: