AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

5 dicas para um tom de voz de sucesso

O seu tom de voz é um reflexo igualmente importante da sua presença pessoal e profissional.

5 dicas para um tom de voz de sucesso
Descubra a relação entre tom de voz e sucesso profissional

Preparado para uma nova aventura profissional?Em contexto de entrevista de emprego, engane-se se pensa que apenas a sua aparência e respostas são contabilizadas. É certo que são aspetos que marcam qualquer situação, mas está a esquecer-se de um outro a ter em conta: o tom de voz.

Quantas vezes, através de um telefonema, já detetou o estado emocional da pessoa com quem falava? O tom de voz consegue dar-nos muitas informações acerca de uma pessoa, desde idade, maturidade, até mesmo o estado de espírito. Pode demonstrar timidez, medo, alegria, bom humor, tranquilidade, liderança, coragem... Entre tantas outras coisas.

Existem mesmo pesquisas que encontram uma forte relação entre o tom de voz e o sucesso profissional. Quer fazer da sua voz uma voz marcante e que grite sucesso? 


5 dicas para um tom de voz de sucesso


1. Saiba como soa

Muitas vezes não sabemos como soamos. Já se ouviu num rádio ou num vídeo? A voz que ouve na sua cabeça pode não corresponder à realidade e à forma como soa para todos os outros. O primeiro passo a dar para saber se o seu tom de voz está a afetar o seu sucesso é descobrir como soa. Faça uma gravação sua no seu smartphone e ouça-se a falar.



2. Pare de terminar todas as frases com uma questão

A sua voz soa como se terminasse todas as frases com uma pergunta? É um hábito que pode ameaçar a sua credibilidade pois, para além de distrair e ser irritante, dá a impressão de que não está seguro do que diz e em constante procura por aprovação.

De acordo com especialistas, existe uma solução para este problema. Sente-se a ler, em voz alta. Sempre que se deparar com o final de uma frase, baixe o braço ao mesmo tempo que baixa o seu tom de voz. Treine cerca de 30 minutos por dia e verá que, com o tempo, deixará de soar assim.



3. Diga adeus à voz esganiçada

Os tons de voz agudos são causados por uma constrição dos músculos da garganta e, por isso, a solução para conseguir um tom mais baixo e profundo passa por bocejar. Sim, bocejar estende a faringe, abrindo espaço na parte de trás da boca e permitindo mais a passagem do ar.

Se tem um tom demasiado agudo, uns 20 bocejos por dia podem ajudá-lo a “baixar” o seu tom de voz. Faça-o quando canta no banho ou no carro pois, tendo em conta que é desconfortável cantar com a faringe apertada, os músculos vão começar a relaxar e a libertar a respiração.



4. Tenha calma

Ninguém gosta daquelas pessoas que falam e falam e falam, sem parar para respirar, pois não? Para além de que, a ideia que passa, é a de que a própria pessoa não valoriza ou não está certa daquilo que diz, o que pode resultar em que não lhe seja dado o devido crédito, pois as pessoas não chegam a ter tempo de absorver o que está a dizer. Pode ser um sinal de nervosismo, mas irá beneficiar, tanto em contexto de entrevista de emprego, como ao longo da sua vida, se procurar estar relaxado e falar com calma.

O ideal será que treine a velocidade da sua fala, ao ler em voz alta, marcando a pontuação das frases, para que o seu cérebro se habitue a fazer pausas. Se o seu problema está relacionado com a respiração, o ideal será que a treine também. Tenha atenção ao ritmo da sua respiração. Inspire. Expire. Apanhe o ritmo e irá, aos poucos, sentir melhorias.



5. Faça-se ouvir

Se a sua voz soa como um sussurro ou demasiado meiga, saiba que poderá não conseguir dar peso aos assuntos que aborda. O problema é que isso não se resolve apenas com uma tentativa de falar mais alto, pois, se o fizer, vão achar que está a gritar.

Procure dar amplitude vocal à sua voz, praticando a sua fala em público e tendo o feedback dado por outros em conta. Experimente treinar com um amigo ou familiar ou grave-se a falar. Irá perceber quando conseguir atingir o tom que demonstra poder e sucesso.
Faça mais pela sua carreira >>
Veja também: