AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

O que fazer quando o convidam para trabalhar de graça?

Não sabe muito bem como reagir quando o convidam a trabalhar de graça?

O que fazer quando o convidam para trabalhar de graça?
Como deve responder sem se prejudicar?

Preparado para uma nova aventura profissional?Saber mais
Sabe aquelas pessoas que mal conhecemos e que nos contactam apenas quando precisam de algo? E, a maior parte das vezes, quando o fazem, assumem que vamos oferecer o nosso trabalho e/ou serviços porque somos conhecidos? Pois, isso acontece demasiadas vezes. Mais vezes do que as que gostaríamos.

Por muito lisonjeador que seja ser reconhecido pelo seu trabalho, ninguém quer trabalhar de graça, principalmente quando o seu trabalho é necessário, mas não é considerado digno de pagamento, como acontece nas indústrias criativas, especialmente com os designers gráficos, escritores, fotógrafos e web designers, mas também noutras áreas.


Como responder quando alguém o convida para trabalhar de graça?


1. Assuma que o convite é feito com boas intenções

O primeiro passo é assumir as boas intenções do pedido, bem como que o trabalho é remunerado. Informar a pessoa acerca de quais os seus serviços, bem como dos custos associados aos mesmos, pode ajudá-lo a descobrir quais os verdadeiros interesses da proposta. Caso o cliente estivesse apenas a convidá-lo para trabalhar de graça e considerasse que os seus serviços não seriam remunerados, talvez deva ponderar recusar os seus serviços.


2. Saiba dizer não

Se lhe estão a pedir para trabalhar de graça, talvez o ideal seja dizer que não. A melhor forma de recusar? Agradecer a oportunidade, dizer que se sente lisonjeado pelo contato, mas que, infelizmente, não consegue aceitar mais clientes naquele momento. É a forma mais educada de o fazer.


3. Ofereça alternativas

Recomende outros profissionais que os possam ajudar. É certo que esses profissionais também não irão trabalhar de graça, mas é por isso mesmo que o deve fazer. Não está a perceber qual a vantagem? Ao recomendar outros profissionais, com quem a pessoa não tem uma ligação como tem consigo, vai fazer com que essa pessoa se aperceba que o serviço/trabalho que esta a requerer exige pagamento e se aperceba também que, para ter o trabalho que pretende feito, terá de pagar, quer seja a si quer seja a outro profissional da área.


4. Dê alguma ajuda

A verdade é que, apesar de não querer trabalhar de graça, também não quer chatices com a pessoa que o convidou. Dependendo do trabalho e da área, pode dar uma ajudinha, como por exemplo, apresentar uma ferramenta gratuita que vá de encontro ao que procura, para a pessoa perceber que se importa, mas que não pode trabalhar sem pagamento!

Estas 4 dicas nem sempre o irão livrar de chatices, mas ajudam, e muito, a responder àqueles e-mails chatos e inconfortáveis. Boa sorte!
Faça mais pela sua carreira >>
Veja também: