AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Trabalhar em casa: Vantagens e Desvantagens

Trabalhar em casa é uma possibilidade que está a ganhar terreno no mercado de trabalho atual. Conheça algumas vantagens e desvantagens deste método.

Trabalhar em casa: Vantagens e Desvantagens
Também conhecido como teletrabalho, esta é uma prática cada vez mais comum.

O mercado de trabalho atual é versátil e oferece cada vez mais possibilidades tanto às empresas como aos trabalhadores. Trabalhar em casa (o teletrabalho, como normalmente é chamado) é disso um bom exemplo.
 
São várias as empresas que optam por permitir que os seus colaboradores adotem este sistema. Esta prática deve-se em muito evolução das tecnologias, que possibilitam que a comunicação seja feita de forma fácil através de ferramentas como Skype, email ou chats, por exemplo. Mas a possibilidade de trabalhar em casa revela muito mais que uma simples evolução tecnológica. Na verdade, significa (acima de tudo) uma mudança de mentalidade.
 

Porquê trabalhar em casa?

Como tudo na vida, há quem defenda e quem condene esta prática, tanto do lado das empresas como dos trabalhadores.
 
A decisão por esta modalidade pode dever-se às mais variadas razões, ainda que, do lado das empresas, se prenda sobretudo com os custos – muito baixos – associados.
 
Já para os profissionais será muito mais que isso. Numa altura em que o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional ou a flexibilidade laboral são tópicos em permanente discussão, é normal que se procurem alternativas. E neste caso – trabalhar em casa – pode ser uma solução interessante para ambas as partes.
 
Repare: se para muitos colaboradores/profissionais significa ter o “melhor de dois mundos”, já que pode manter-se “vivo” profissionalmente e usufruir de todas as vantagens de estar no conforto do seu lar; mas para as empresas significa que não terá que assegurar espaço ou materiais aos colaboradores, por exemplo.
 
Se está a ponderar enveredar por este novo método de trabalho, o melhor mesmo é conhecer os prós e contras associados. Para o ajudar deixamos uma lista de vantagens e desvantagens para quem opta por trabalhar em casa. 
 

As vantagens…

As vantagens podem ser várias. A primeira será claro, o facto de poder cortar os custos associados às suas deslocações para o trabalho por exemplo. Mas há mais, ora veja alguns exemplos:
 

1. Balanço entre vida profissional e pessoal

Quase que se pode dizer que encontrar o ponto de equilíbrio entre a vida pessoal e o trabalho é a ambição de qualquer profissional. Para estes, trabalhar em casa, pode ser uma boa solução por permitir uma maior flexibilidade, não só em termos de horários, como de organização do seu tempo ou do próprio ambiente à sua volta.
 

2. Diminuição do stress e maior produtividade

O stress associado ao trabalho tem um impacto direto na produtividade dos profissionais. Quando é que começa a sentir-se stressado? Logo pela manhã. Seja porque está atrasado, apanhou trânsito a caminho do trabalho ou simplesmente devido a situações provocadas no local de trabalho. Para quem trabalha a partir de casa, o simples facto de ver reduzido o stress a que está sujeito, vai contribuir para um aumento da sua produtividade. Ou seja, melhora o desempenho e a saúde.
Veja também: como livrar-se do stress no trabalho.
 

3. Possibilidade de trabalhar sem as interrupções típicas do ambiente de trabalho

Telefones a tocar, conversas entre colegas ou reuniões desnecessárias são apenas alguns exemplos das interrupções eliminadas ao longo do dia de trabalho e que nem sempre permitem um bom fluxo de trabalho.
 

As desvantagens

Mas como todas as "rosas têm espinhos", nem só de vantagens é feita a vida de quem opta por trabalhar em casa.
 

1. Isolamento social e profissional

Esta é a principal desvantagem do trabalho a partir de casa: isolamento e solidão. São muitos os profissionais que trabalham em casa que revelam que esta prática pode até ser um tanto ao quanto deprimente. Além disso, a privação do contacto com outras pessoas não permite o desenvolvimento das suas capacidades relacionais.
 

2. Lidar com distrações caseiras

Podem não ouvir o telefone ou passar o dia presos em reuniões, mas há outras. Crianças, vizinhos, amigos, família ou animais de estimação podem igualmente ser fontes de distração no "sossego" da sua casa.
 

3. Incapacidade de separar a vida pessoal do trabalho

Pois é, na ânsia de encontrar o balanço sagrado, muitos profissionais que trabalham em casa acabam por se perder na viagem, porque (por exemplo) são incapazes de estabelecer horários. Para evitar que isso aconteça, defina um local e horários específicos para trabalhar e aproveite as suas “horas vagas”. Seja disciplinado e organize-se, só assim pode encontrar o equilíbrio.
 

Trabalho é trabalho… seja no gabinete ou na sala lá de casa!

A verdade é que trabalhar em casa não é para todos. Esta é uma opção válida para pessoas com uma grande capacidade de automotivação ou disciplina, que só assim vão poder dominar a enorme tentação de sucumbir ao ócio  (que – não se engane – todos enfrentam a certa altura).
 
Antes de se iniciar nestas lides, tente perceber se esta é ou não a opção mais viável para si. E se realmente optar por trabalhar em casa, lembre-se que não é o local onde faz o seu trabalho que faz de si um bom profissional, mas sim a forma como o desempenha. Seja um profissional irrepreensível.
 
Veja também: