AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Trabalhar em Manchester: guia essencial

Construir uma carreira e fazer vida na cidade inglesa de Manchester parece-lhe uma boa estratégia para o futuro? Leia o nosso artigo.

Trabalhar em Manchester: guia essencial
Viver e trabalhar em Manchester está nos seus planos?

De facto, este grande centro industrial e económico apresenta boas oportunidades para os profissionais portugueses. Considerada uma cidade global, é um importante pólo educativo e cultural.


Por que motivo devo procurar emprego e trabalhar em Manchester?

Considerada a 3.ª maior economia metropolitana do Reino Unido, Manchester atrai muitos visitantes estrangeiros todos os anos. Depois de Londres e Edimburgo, é a 3.ª cidade mais visitada por turistas no reino inglês. Números que reflectem bem o seu dinamismo financeiro e a sua riqueza cultural. Quem chega de novo é por isso bem recebido.

Se Manchester é o seu próximo destino, este texto foi escrito para si. Antes de fazer as malas e voar para a ilha, leia com atenção e pondere bem os prós e os contras da mudança. Deixamos-lhe algumas informações pertinentes, do nosso ponto de vista, para que possa tomar uma decisão consciente. Não seja apressado.



Emprego

Saúde, novas tecnologias e informática são, porventura, as áreas com mais e melhores oportunidades para os profissionais portugueses. Naturalmente que quanto maior for a sua especialização, maiores serão as suas hipóteses de encontrar um emprego que vá ao encontro das suas expectativas. Lembre-se que a concorrência é forte, pelo que deve destacar-se pelas suas skills.

Um bom domínio da língua inglesa é fundamental para quem quer trabalhar em áreas como as artes ou a educação. Neste campo, a Universidade de Manchester, a Universidade Metropolitana de Manchester e o Real Colégio de Música do Norte podem abrir-lhe as portas para a tão desejada nova etapa profissional que ambiciona.



Salários

Como é sabido, em terras de sua majestade, o salário mínimo é um valor hora e não um valor mensal, como em Portugal. Nos dias de hoje, a remuneração base são 6,50 libras, ou seja, cerca de 9 euros. Fazendo as contas, 1400 euros corresponde ao salário mínimo se trabalhar 40 horas por semana, 4 semanas por mês. Em Março, o governo anunciou o aumento para 6,70 libras, a partir de Outubro.

Claro que são valores mais altos os que atraem os candidatos portugueses qualificados para Manchester. Apresentar valores concretos é, no entanto, complicado. São várias as variantes que entram na equação: área de trabalho, formação dos profissionais, oferta versus procura de mão-de-obra especializada, número de horas de trabalho, entre outros.



Custo de vida

A dor de cabeça para quem quer viver e trabalhar em Manchester. Mentalize-se que vai gastar dinheiro porque o nível de vida nesta cidade inglesa é alto. Um quilo de maçãs custa cerca de 2,5 euros, enquanto uma garrafa de vinho num supermercado dificilmente fica por menos de 10 euros. Numa ida ao cinema a dois, prepare-se para desembolsar 25 euros só para os bilhetes.

A habitação e os transportes públicos seguem o mesmo padrão. Se quiser viver numa zona nobre da cidade, 85 metros quadrados irão custar-lhe aproximadamente 2 mil euros por mês. Uma viagem de táxi, numa distância pequena, fica por 23 euros, já um passe mensal para os transportes públicos ronda os 80 euros. Faça as contas muito bem para evitar surpresas.



Segurança

À semelhança de outras cidades inglesas, o sistema de segurança montado pelas forças policiais é rigoroso e apertado. As provas estão a vista de todos: câmaras de videovigilância, policiamento a toda a hora. É seguro andar na rua e sair à noite. Claro que deve ter os cuidados que são ‘habituais’ em Lisboa ou no Porto, por exemplo.



Saúde

Como mencionado no artigo sobre Londres, o National Health Service (NHS) é o equivalente ao nosso Serviço Nacional de Saúde. É um serviço gratuito ao qual os profissionais portugueses que emigrem para Manchester podem ter acesso. É necessário que se inscrevam, tendo de apresentar um comprovativo de residência ou uma cópia do seu contrato de trabalho.



Documentos

Os candidatos portugueses não precisam de visto ou de autorização para trabalhar em Manchester. Há no entanto alguns trâmites legais a cumprir. Todos os estrangeiros precisam de um National Insurance number, ou seja, o número de identificação perante o governo britânico, que é utilizado pela Segurança Social e pelas Finanças.

O processo para o obter é simples. O primeiro passo é marcar uma entrevista no Jobcentre Plus. Será depois chamado e terá de explicar porque precisa dele bem como apresentar alguns documentos, nomeadamente um comprovativo de residência. Regra geral, é rápido. Sem este número não pode começar a trabalhar em Manchester.



Língua

Uma grande percentagem da população portuguesa fala inglês. A exposição diária à língua de Shakespeare (música, televisão, cinema, internet) ajuda à aprendizagem. Mas não se esqueça do calão, do sotaque e da pronúncia. Podem revelar-se barreiras e dificultar a integração nos primeiros tempos. Perca algum tempo a pesquisar e estude em casa.

manchester

Veja também: