Como transferir um PPR

Se não está satisfeito com o seu Plano Poupança Reforma (PPR) saiba como o transferir para outro banco. Vantagens e desvantagens de transferir um PPR.

Como transferir um PPR
Saiba quais os passos a dar.

Os Planos de Poupança Reforma (PPR) continuam a atrair os portugueses, mesmo que os seus benefícios e rendimentos não “vivam os melhores dias”. No entanto, quando os investidores não estão satisfeitos com o seu rendimento podem transferir um PPR - de natureza idêntica ou diferente (fundos ou seguros) - de um banco para outro. É o regime jurídico dos PPR que regulamenta as condições para transferir o dinheiro aplicado, bem como as comissões e o tempo previsto para a operação. Saiba como transferir um PPR.
 

Como transferir um PPR para outro banco?

Ao investir as suas poupanças num PPR pressupõe que tenha rentabilidade. Se assim não for pode transferir um PPR (na sua totalidade ou em parte) por outro produto da mesma entidade ou para outro banco. Para transferir o seu PPR deverá:
  • Efetuar o pedido de transferência à entidade gestora do seu PPR e à entidade recetora;
  • A entidade para onde pretende transferir as suas poupanças deverá comunicar-lhe, por escrito, a sua anuência, enviando-lhe a proposta de contrato a formalizar;
  • A transferência do valor do PPR deve ser efetuada diretamente da entidade gestora para a nova entidade no prazo máximo de dez dias úteis. 
  • A entidade gestora no ato da transferência deve indicar o montante das entregas realizadas, as respetivas datas e o rendimento aglomerado. Deve igualmente informar o participante, no prazo de cinco dias úteis, sobre o montante do PPR à data da transferência após cobrança da comissão de transferência, se aplicável. Como referido, a transferência pode ser total ou somente parcial dos montantes aplicados no PPR.
 

Comissões para transferir um PPR

A comissão de transferência é, no máximo, de 0,5% e apenas nos PPR com garantia de capital, pois aos fundos PPR sem garantia de capital não se podem aplicar comissão de transferência.
Mesmo que não pretenda transferir o dinheiro aplicado noutro PPR, poderá pedir a antecipação do reembolso. Contudo, nestes casos sofrerá penalizações fiscais e também irá suportar as comissões por reembolso antecipado, cobradas pela entidade gestora do PPR.

 

Vantagens e desvantagens de transferir um PPR

A principal vantagem de transferir um PPR é a possibilidade de adquirir maior rendimento com o dinheiro investido. Por outro lado, a grande desvantagem é que, para ter garantia de capital, terá de pagar comissão.

 
Veja também: