5 Dicas sobre transformação de veículos

Existem algumas alterações imprescindíveis para todos os amantes da transformação de veículos. Conheça 5 dicas para o ajudar a otimizar e personalizar o seu carro.

5 Dicas sobre transformação de veículos
O que saber sobre a transformação de veículos. Descubra 5 dicas que o vão ajudar.

A transformação de veículos não passa exclusivamente pela componente estética. É obviamente um interesse comum a todos os amantes deste tipo de optimização, a vontade de o tornar personalizado, com um apeto único e distinto do que é fabricado originalmente.
Contudo as modificações vão muito para além da aparência, a performance e a segurança são também tidas em consideração. A vontade de melhorar o comportamento geral e embelezar o seu aspeto é o que move os amantes da cultura de transformação de veículos. Conheça as 5 dicas que o vão ajudar neste processo.


1 – Jantes

Se for adepto da transformação de veículos, esta modificação é fundamental. Umas boas jantes são um componente fundamental para um automóvel, é de lá que é suportado todo o peso do veículo, dos passageiros e da carga. Peso esse que não pode ser analisado uniformemente, já que é preciso ter em consideração as constantes irregularidades de piso.
As jantes podem ser de ferro fundido, alumínio, magnésio ou jantes de liga leve, tudo materiais de enorme resistência, mas que também são susceptíveis a empenar se passar a grande velocidade por algum buraco, isso leva a um desgaste irregular do pneu.
Quando alterar jantes do carro tenha em consideração as medidas legais permitidas para os pneus que vai colocar. Isso vai ajudá-lo a obter uma melhoria no comportamento dinâmico e nas prestações em estrada.

Veja ainda: Jantes e Pneus - como escolher


2 – Homologação de pneus

Em seguimento da escolha das jantes, se decidir aumentar o diâmetro da jante também terá de trocar de pneus. Esta modificação se bem efetuada, irá melhorar o comportamento do carro e ao mesmo tempo embelezar conferindo um aspeto mais “agressivo”.
Se decidir colocar alguma medida que não conste no livrete do veículo será sujeito a multa caso seja parado pela polícia. A única forma de contornar esta situação, é solicitar a homologação dos pneus.
Para isso terá de solicitar uma declaração da marca do automóvel e depois seguir os procedimentos que os mesmos lhe irão solicitar e aguardar que o aprovem.


3 - Motor

No que a transformação de veículos diz respeito, o motor é o principal. É uma área muito abrangente e tem por objetivo melhorar o comportamento do carro em velocidade e aceleração.
Os motores divergem muito de marca para marca e devem ser vistos como elementos únicos, com características únicas, não existem soluções gerais. Contudo, destacamos a possibilidade da modificação, alteração ou adição do turbo, compressor volumétrico e/ou do intercooler.


4 - Suspensão

Existem diferentes alterações a fazer na suspensão, que irão melhorar a capacidade de resposta e velocidade do carro, tendo em consideração o elemento segurança. Rebaixar o carro é provavelmente, a transformação mais comum num automóvel. Para além de lhe dar um melhor aspeto, ao baixar o centro de gravidade o comportamento do automóvel também vai melhorar nos diferentes processos em estrada.
Se decidir rebaixar o veículo, não se esqueça de alterar as molas e os amortecedores, para que se ajustem corretamente entre a nova distância do carro em relação à estrada e o peso do mesmo. Aconselham-se molas progressivas e amortecedores a gás.


5 – Exterior

Para ultimar a transformação de veículos nada como os kits de carroçaria, que dão ao carro um aspeto desportivo, beneficiando a aerodinâmica. Alguns kits são apenas para alteração do exterior, mas outros podem mesmo melhorar a velocidade do carro.
Destacamos as entradas de ar, o capô, o spoiler, os alargamentos, o pára-choques, as embaladeiras, o difusor traseiro e por fim o famoso aileron.


Veja também: