Como fugir ao trânsito em Lisboa

Descubra aqui algumas dicas para fugir ao trânsito em Lisboa, evitando os locais de maior afluência.

Como fugir ao trânsito em Lisboa
Conduzir em Lisboa é cansativo, podendo ficar horas parado no trânsito

Lisboa e Porto são, em Portugal, os dois principais pontos concentradores de tráfego. Na capital, o metro e o comboio cobrem grande parte da área metropolitana, permitindo alguma fluidez na circulação rodoviária, mas o trânsito é, por vezes, caótico. Ainda assim, aqui ficam algumas dicas para fugir ao trânsito em Lisboa.

Trânsito em Lisboa: como evitar

A capital de Portugal tem vários polos originadores de filas, que são os pontos a evitar sempre que possível. Os principais são:

  • Ponte 25 de Abril;
  • A zona desde o Saldanha até ao largo do Rato, passando pelo Marquês do Pombal;
  • Segunda Circular;
  • O eixo Norte-Sul;
  • IC 19.

As horas de ponta costumam ser das 7:30 até às 10:00 e das 17:00 até às 19:00, existindo maior afluência, de manhã, para quem se dirige para a cidade e, de tarde, para quem quer regressar da cidade.

No entanto, ainda há muitos que vivem dentro da cidade e trabalham fora, pelo que os conselhos que aqui deixamos podem servir na situação inversa à que colocamos.

Ponte 25 de Abril, Eixo Norte-Sul e 2ª circular

É dos locais com mais trânsito em Lisboa. O Eixo-Norte Sul liga a Ponte 25 de Abril à 2ª Circular. Para fugir, terá de ir por dentro da cidade. Porém, durante o dia é dificílimo conseguir arranjar alternativas.

Ainda assim, se vem de fora de Lisboa, assim que passar a ponte, procure sair da IP7, seguir pela Avenida de Ceuta e posteriormente pela Avenida Caloust Goulbenkian até onde lhe for mais conveniente.

Se pretende sair da cidade em direção a Norte, pode apanhar a IP7 um pouco à frente do Campo Grande, junto do aeroporto. Não lhe garantimos a ausência de filas, mas poderá poupar algum tempo.

IC 19

Para os lados de Sintra, o trânsito também é complicado. Se pretende fugir ao trânsito em Lisboa, e principalmente deste itinerário principal, procure seguir a Avenida do Brasil até ao Campo Universitário, dirigir-se até à Amadora e aí apanhar a IC 19.

transito

Outras alternativas

As dicas anteriores também servem para fugir à zona entre o Rato e o Marquês de Pombal, sendo que todas elas passam pelo Campo Grande, onde, verdade seja dita, também há muito trânsito, ainda que este circule melhor.

Ainda assim, pode sempre optar pelo cartão Viva Parking, que lhe permite, com descontos, variantes de acordo com os seus locais de escolha, andar nos transportes da Carris e pelo Metropolitano da Cidade, estacionando em parques da EMEL.

Também pode e deve, se tiver possibilidade para isso, usar as seguintes aplicações para telemóvel que, em tempo real, conseguem definir o caminho mais rápido para chegar ao seu destino:

Lisboa melhor cotada do que o Porto

Apesar de aparecer na lista da INRIX (empresa analista, especialista em automóveis, mobilidade e transporte), como uma das piores cidades para conduzir, o trânsito em Lisboa parece ser menos caótico do que na Cidade Invicta. Enquanto o Porto está no 228º lugar, Lisboa encontra-se no 261º posto a nível mundial.

Veja também:

Afonso Aguiar Afonso Aguiar

A experiência no jornalismo de Afonso Aguiar percorre o desporto nacional. No E-Konomista, são os automóveis que conduzem a pena.

Também lhe pode interessar: