Travões ABS: o que são e como funcionam

Tudo o que precisa de saber sobre os travões ABS: os benefícios deste tipo de travões e as diferenças face aos travões convencionais.

Travões ABS: o que são e como funcionam
Benefícios dos travões ABS

Os travões ABS (anti-lock braking system) é um sistema eletrónico anti-bloqueio de travões que tem uma central eletro-hidráulica que trabalha através do controlo da pressão dos travões, a partir das informações enviadas por sensores posicionados nas rodas.

No fundo, os travões ABS impedem que a roda bloqueie e permite uma travagem mais célere e com menor dificuldade para o condutor. Assim, os travões ABS têm como objetivo impedir que os pneus bloqueiem durante uma travagem brusca. Saiba tudo sobre os travões ABS.

Como funcionam os travões ABS

Através da utilização de sensores, o sistema dos travões ABS monitoriza permanentemente as rodas do veículo. Quando uma delas demonstra qualquer tendência de bloqueio, o sistema intervém de imediato e em poucos milésimos de segundo evita o bloqueio ao reduzir a pressão de travagem nas rodas.

A pressão de travagem é depois aumentada e a tendência de bloqueio verificada novamente. O processo é repetido em cada roda (individualmente) até dez vezes por segundo, ou seja, o sistema ABS aplica e alivia carga nos travões repetidamente, numa fração de segundo, para evitar que as rodas bloqueiem, ajudando o condutor a manter o controlo do veículo.

Resumidamente, o sistema de travão ABS pode ser definido como uma travagem cadenciada, controlada eletronicamente e extremamente precisa.

Benefícios dos travões ABS face aos travões convencionais

1. Evita o bloqueio das rodas e o deslizamento (derrapagem).

2. A direção do carro pode continuar a ser utilizada.

3. É mais seguro.

Diferenças entre os travões ABS e os travões convencionais

1. Os travões ABS baseiam-se em sensores controlados por sistema eletrónico para evitar bloqueios e deslizamentos, o que não acontece com os travões convencionais, que são mecânicos.

2. Com o sistema ABS podemos controlar a direção do veículo (permite evitar obstáculos), mesmo após uma travagem de emergência, o que os travões convencionais não permitem.

3. Os travões ABS permitem que o condutor pise a fundo no pedal até que o carro fique completamente imobilizado, com os travões convencionais recomenda-se pisar e soltar continuamente o pedal para evitar o bloqueio e deslizamentos.

4. Em superfícies homogéneas, a distância de travagem é maior com os travões ABS do que com os convencionais. Em superfícies deslizantes, o ABS responderá melhor e a distância percorrida será menor.

5. A reparação e manutenção dos travões convencionais é mais económica comparativamente com os travões ABS.

Veja também: