Publicidade:

Trocar, devolver ou voltar a oferecer: 8 regras de etiqueta

Já recebeu presentes de Natal de que não gostou ou que já tinha? Como agir nessas situações? Pense em trocar, devolver ou voltar a oferecer.

Trocar, devolver ou voltar a oferecer: 8 regras de etiqueta
Saiba como não ferir suscetibilidades

Uma peça de roupa que nunca vai usar, uma caixa de chocolates que não aprecia, um acessório que não tem nada a ver consigo… Por vezes, os presentes de Natal, mesmo os oferecidos com as melhores das intenções, pouco têm a ver connosco. Fique com as nossas dicas para proceder à troca e devolução de presentes, ou então para voltar a oferecer.

Acaba por tratar-se quase de uma lista de regras de etiqueta, para evitar ferir as suscetibilidades de quem ofereceu o presente e de quem o poderá voltar a receber.

Trocar, devolver ou voltar a oferecer: 8 regras de etiqueta

1. Tenha em consideração o destinatário

Não se “desfaça” de um presente sem pensar duas vezes. Tenha em consideração gostos e vontades do destinatário e não despache o presente para essa pessoa só porque não gostou.

prenda de natal

2. Não use os presentes

Não pense em trocar ou voltar a oferecer presentes que já tenho utilizado. Sobretudo roupas ou artigos que estivessem selados na sua embalagem original. As lojas não aceitam, e as pessoas conseguem identificar as marcas de uso.

3. Embrulhe novamente

Se vai ter em consideração o destinatário de determinado presente, tenha também em conta a apresentação do mesmo. Volte a embrulhar o presente de uma forma cuidada.

4. Não troque ou ofereça itens personalizados

Se recebeu objetos personalizados para si, como por exemplo, toalhas, papel, postais ou artigos de escrita ou joalharia, tenha o cuidado de não os voltar a oferecer. Não há maneira de disfarçar e vai estar a ofender quem lhe ofereceu e a quem pensava dar.

5. Mantenha-se organizado

Se tiver noção de quem lhe ofereceu o quê e em que ano, pode ter a tarefa das trocas, devoluções e novas ofertas mais facilitadas. Se tem mesmo de voltar a usar um presente para outra pessoa, já vai ser mais fácil evitar mal-entendidos e confusões. Não quer oferecer a alguém o presente que essa mesma pessoa lhe deu no ano anterior.

ALT presente

6. Doe os presentes

Uma sugestão: por que não doar os objetos que não tem intenção de usar para quem mais precisa? Provavelmente uma ação que o fará sentir melhor, e vai mesmo evitar ferir suscetibilidades de amigos ou familiares, ajudando ao mesmo tempo quem mais precisa. Neste âmbito destacamos roupas, brinquedos ou artigos para a casa.

7. Tenha em atenção a quem volta a oferecer

Se um amigo lhe oferece um item do qual não gosta e não lhe dá a oportunidade de troca, não o volte a oferecer a alguém dentro do mesmo círculo. Evite este constrangimento. Por que não guardar o presente para o amigo secreto do escritório do ano seguinte?

8. Não seja precipitado

De certeza que quer devolver ou trocar aquele presente? Não lhe pode vir a ser útil mais tarde? Considere as intenções de quem lhe ofereceu o presente. Normalmente os talões de troca nesta época natalícia têm períodos de tempo mais longos, por isso pode pensar melhor no que pretende fazer com a prenda.

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.