Este truque vai fazer com que o vinho barato saiba melhor

Se não sabe escolher um bom vinho ou se prefere não gastar muito dinheiro, saiba como fazer um vinho barato saber melhor.

Este truque vai fazer com que o vinho barato saiba melhor
O truque de que precisavamos

Por vezes escolher um bom vinho pode não ser fácil. A oferta é bastante alargada e, por vezes, alguns preços não são muito apelativos. Por isso, acabamos por optar por um vinho barato para levar para aquele jantar ou para termos em casa. Mas os vinhos baratos… nem sempre são bons. Se tem este problema, conheça um truque para fazer com que o vinho barato saiba melhor.

Descobrimos um truque que pode mudar a sua vida, que transforma qualquer vinho menos saboroso numa verdadeira delícia, com apenas uma pitada.

Como? É fácil! Basta adicionar uma pitada de sal. Parece mentira, mas uma pitada de sal pode tornar o qualquer vinho mais saboroso e agradável. Claro que o ideal é sabermos escolher o vinho e evitarmos comprar garrafas que não sejam bem o que procuramos, mas quando isso não é possível, este truque pode ser bastante útil.

Além deste truque tão fácil, outra forma de melhorar o sabor de um vinho é combiná-lo com queijo. Para o ajudar a saber qual a melhor forma de o fazer, deixamos-lhe uma lista dos melhores queijos para cada vinho. Faça um brilharete no próximo jantar de amigos.

Como combinar vinho e queijo

queijo e vinho

Lembre-se sempre que o sabor do queijo não deve cobrir o do vinho e vice-versa. Ou seja, com vinho tinto encorpado, o queijo mozzarela não é a melhor opção. Se combinarmos vinho branco com queijo provolone, o sabor do vinho vai acabar por se perder.

Preste atenção à lista abaixo:

  • Queijos frescos ou de pasta mole (mozzarela, mozarela de búfala, ricota ou brie) combinam com vinhos brancos, suaves e levemente aromáticos.
  • Queijos de média maturação – prato, meia-cura, cheddar – são adequados para vinhos tintos leves e levemente frutados. O Merlot, por exemplo, vai combinar na perfeição com uma tábua com estes queijos.
  • Queijos de pasta dura e de maturação longa, como o parmigiano, prolovone ou pecorino, devem ser combinados, quando servidos como aperitivo ou fora da refeição, com espumantes secos ou champanhe. No entanto, se são servidos como último prato, estes queijos vão bem com Barolo, ou Cannonau.
  • Os queijos azuis (gorgonzola, roquefort ou stilton) vão saber muito bem com vinhos frisantes, como Lambrusco ou Barbera, e ainda melhor com vinhos brancos aromáticos, como Sauvignon ou Gewürztraminer.

Agora que já sabe como tirar melhor proveito dos vinhos, até do vinho mais barato, aproveite para marcar um jantar em sua casa com a família e amigos e surpreenda toda a gente com estes truques. Uma boa ajuda, certo?

Veja também: