Publicidade:

4 erros comuns ao usar a embraiagem do carro

É importante que saiba usar a embraiagem do carro corretamente para que não surjam problemas que levam a despesas indesejadas.

4 erros comuns ao usar a embraiagem do carro
Saiba o que não fazer

Para que o carro circule à velocidade que se pretende é preciso que o condutor vá alterando as mudanças na caixa de velocidades. Todos os automóveis com caixa de velocidades manual têm três pedais – acelerador, travão e embraiagem – que o condutor deve saber quando utilizar para que o sistema de transmissão leve a potência do motor para as rodas a partir do encaixe da mudança correspondente. No entanto, para que o veículo circule é necessário que saiba usar a embraiagem de forma eficiente.

De seguida deixamos algumas dicas para que evite alguns dos erros que se cometem a conduzir por não sabermos usar a embraiagem corretamente.

Saiba quando usar a embraiagem de forma correta

Em primeiro lugar, é importante que saiba que deve recorrer ao pedal da embraiagem para ligar o carro, antes de parar/imobilizar e trocar de velocidade. Mas se pensa que utilizar o pedal da embraiagem em descidas ajuda a poupar combustível, está enganado. Além de aumentar o consumo, esse é um vício de condução perigoso, já que o condutor perde a ação do travão do motor. Mas se o condutor não usar a embraiagem quando o motor está em funcionamento o que acontece? Se não ativarmos o pedal da embraiagem, submetemos o motor de arranque a um esforço desnecessário.

1. Antes de arrancar com o carro

Antes de ligar o automóvel, o condutor deve confirmar se o mesmo está em ponto morto. Ao mesmo tempo é conveniente que tenha o pé em cima da embraiagem e do acelerador, mas sem pisar fundo nos pedais. Só  quando for colocar a primeira velocidade é que deve pisar a embraiagem e depois ir tirando o pé suavemente enquanto acelera.

2. Travagem

Muitas vezes os condutores mais jovens pisam o pedal da embraiagem para tentar deixar o carro mais leve. No entanto, a embraiagem só deve ser usada para trocar de velocidade e nunca como um recurso à condução. Quando se reduz a velocidade, é importante que observe a regressão da mesma no velocímetro, e só nessa altura deve reduzir de mudança de velocidade. Este vício de condução pode ter consequências negativas para a segurança do automóvel e para o sistema de transmissão.

3. Quando acelera

Também nesta ação a embraiagem não deve ser utilizada como recurso para o carro ganhar velocidade. O motorista deve ter disciplina para acioná-la apenas no momento certo em que fizer a troca de velocidade.

4. Desligar o carro

Quando desligar o veículo nunca o faça com uma mudança engatada. O correto é manter o pedal da embraiagem em baixo para tirar a mudança para ponto morto até desligar o carro. Assim que o motor desligar, deve retirar o pé da embraiagem e travar o carro com o travão de mão. Caso o veículo fique estacionado numa estrada inclinada deve colocar a primeira mudança (ou marcha atrás, dependendo do posicionamento do carro) engatada pois ajuda a manter o veículo estável.

Veja também: