Vale a pena investir em carros?

Saiba se vale a pena investir em carros, e as vantagens e desvantagens de investir num: não se trata apenas do carro

Vale a pena investir em carros?
De acordo com alguns especialistas, pode não ser a melhor ideia.

Não há nada que se compare a um carro clássico, e para algumas pessoas o valor que alguns carros chegam a ter é simplesmente impressionante. Mas de acordo com quem percebe da matéria, investir em carros não é lucrativo para a maior parte das pessoas, visto a maior parte dos carros clássicos acabarem por não ser vendidos, de todo. No entanto, quem percebe da matéria pode vir a ganhar muito dinheiro.
 

A venda de carros clássicos

De acordo com especialistas na Bloomberg, a venda de carros clássicos já não é o que era, e no mercado o preço de muitos destes mninos tem estabilizado, com os valores de alguns a descerem devido à falta de procura. Em leilões, apenas alguns se vendem, e quando tal acontece o dinheiro investido neles costuma duplicar ou até mesmo triplicar.

Quem não quer um carro parado, deve ter em conta que conduzir um carro clássico agrada apenas a quem gosta realmente de carros, pois estes são menos seguros, têm maior consumo e não são tão agradáveis de conduzir como modelos modernos. Apesar de terem estilo, têm também as suas desvantagens.

No entanto, isto apenas significa que investir em carros clássicos pode vir a ser vantajoso se realmente soubermos aquilo que estamos a fazer e percebermos que nem sempre corre como queremos. Apenas quem realmente percebe ou quer investir em carros clássicos como hobby o deve fazer, senão o resultado será apenas o desperdício de dinheiro.

 

O carro enquanto ativo

Já estabelecemos que investir em carros clássicos pode não ser uma excelente ideia, mas o mesmo pode não se aplicar ao investimento nos “futuros carros clássicos”, pois estes, sendo ainda carros modernos, podem ser vistos como um ativo.

Assim, ao comprarmos um destes carros estamos a comprar um ativo, que nos é útil no dia a dia e  caso as coisas nos corram mal, podemos voltar a vender por uma grande quantia de dinheiro, sendo que o valor do carro vai descendo à medida que o tempo passa e à medida que este é usado.

Estes futuros clássicos podem, no entanto, ser considerados um investimento pois caso acabem por vir a ser considerados carros clássicos voltam a valorizar no mercado dos mesmos. 

Mais uma vez, apenas o aconselhamos a entrar neste tipo de investimentos depois de meses a fazer os trabalhos de casa, de modo a reduzir a possibilidade de desperdiçar o seu dinheiro.

Pode também considerar este tipo de investimentos um hobby, e nesse caso desde que tenha consciência que é possível nem sequer recuperar o dinheiro investido, vale muito a pena fazer investimentos que o façam feliz.


Veja também: