Valor de uma empresa: como calcular?

Saber o valor de uma empresa é fulcral para quem a pretende vender ou para que está em vias de a comprar. Vamos saber como calcular o valor de uma empresa.

Valor de uma empresa: como calcular?
Como calcular o valor de uma empresa?

Espaços coworking para pequenas empresas e freelancers

Existem várias formas de calcular o valor de uma empresa. No entanto, não podemos esquecer que a sua avaliação assenta sempre numa base de incerteza, até porque nunca se chega a um único e exato valor. Além disso, deve estar ciente que as expetativas também influenciam de sobremaneira o valor da empresa. Logicamente que o valor não pode ser o mesmo para uma empresa em crescimento e uma outra com dificuldades financeiras. Há todavia premissas que não podem faltar: conhecimento do mercado e do setor, uma perspetiva estratégica e atributos técnicos. Vamos conhecer algumas formas de avaliar uma empresa.
 

Fluxo de caixa descontado

O fluxo de caixa (também conhecido no mundo financeiro como “cash flow”) é o fator mais importante para determinar o valor de uma empresa. O fluxo de caixa descontado baseia-se essencialmente no valor projetado para determinada empresa a médio/longo prazo. A sua avaliação assenta nas projeções de benefícios que a empresa vai atingir, a que depois é descontado um valor atual (que reflita os riscos associados aos fluxos estimados). Esse valor é usado para avaliar o potencial de investimento. O período projetado não deve superar os cinco anos, para que essas projeções não estejam carregadas de incertezas.
 

Método comparativo

Como o próprio nome indica, trata-se de comparar uma empresa com outras semelhantes. É uma forma de avaliação idêntica à que se faz, por exemplo, nos carros. Como é óbvio uma empresa não é assim tão fácil de comparar. Isto porque encontrar semelhanças em todos os fatores importantes é impossível. Assim, deve-se comparar tendo por base, no mínimo, o mesmo setor e tamanho da empresa.
 

Avaliar ativos

Outro método que pode usar para saber o valor de uma empresa é avaliar os ativos da mesma, ou seja, quanto valeriam todos os ativos da empresa se ela parasse de laborar naquele exato momento. Não se deve esquecer das dívidas e restantes compromissos. Por outro lado, as receitas futuras não são tidas em conta. Na realidade, este método, praticamente, só se adequa a um caso de liquidação. Pois de outra forma será sempre uma avaliação demasiado simplista. 
 

Performance futura

É um método que se foca, essencialmente, no desempenho futuro da empresa com um novo comprador. O desempenho futuro da empresa depende da condição atual do negócio e do que o novo comprador pode e/ou quer fazer com o mesmo. Portanto, o valor de uma empresa dependerá do seu comprador e suas expetativas. Este método pode, no entanto, esbarrar nas expetativas de retorno financeiro do comprador. Quanto maior o retorno financeiro esperado pelo comprador, menor o valor de uma empresa.
 
Veja também: