Publicidade:

8 vantagens e desvantagens dos carros híbridos

Se está a pensar comprar um modelo híbrido ou se está curioso sobre este tópico, conheça as vantagens e desvantagens dos carros híbridos.

8 vantagens e desvantagens dos carros híbridos
Saiba se vale a pena investir num híbrido

Os fabricantes de automóveis cada vez apostam mais em carros híbridos. Sabe exatamente o que é que a palavra híbrido significa quando falamos de carros? Estes sistemas de motores e transmissões funcionam de determinada forma e as vantagens e desvantagens dos carros híbridos devem ser consideradas antes de optar por esta opção.

Carros híbridos são veículos que têm um sistema duplo, ou seja, aliam componentes de veículos a gasolina com veículos elétricos. Os carros deste grupo têm dois motores: o de combustão e o elétrico, que trabalham em conjunto para dar potência à condução, “alimentar” o carro e poupar combustível.

Existem alguns tipos de combinações de híbridos, mas gasolina mais elétrico costuma ser a mais comum. Se já ouviu falar em híbridos “plug-in”, estes são os automóveis cuja parte elétrica é carregada numa tomada. Estes automóveis são comercializados pelo aspeto amigo do ambiente, que os caracteriza, mas existem outros fatores a ter em conta.

Vantagens e desvantagens dos carros híbridos

hibridos

Vantagens

1. Consumos reduzidos – poupança, poupança e mais poupança no que diz respeito a combustíveis. Um carro híbrido não usa tanto combustível, porque o respetivo motor é usado de forma mais contida;

2. Potência – um híbrido dá prioridade ao motor elétrico, por isso, quando é exigida mais potência, passa ao motor de combustão, sem dificuldades, dando ao condutor o melhor de dois mundos e melhora os regimes mais baixos do motor;

3. Existência de dois motores – ter dois motores em que confiar resulta numa condução segura, descansada e numa poupança maior;

4. Emissões de CO2 – estes carros são amigos do ambiente, com baixas emissões de dióxido de carbono;

5. Autosustentabilidade – este fator depende do carro e modelo, mas as baterias elétricas são recarregadas com energia derivada do motor de combustão e felizmente, hoje em dia, já há muitas estações para carregar as baterias dos carros. Os fabricantes cada vez se preocupam mais com a duração das baterias.

Desvantagens

1. Preço – os automóveis híbridos são ainda assim investimentos altos, graças à complexa construção e às próprias características do modelo. Apesar de já existirem apoios à compra deste tipo de automóvel, o impacto no orçamento é grande. A utilização diária e intensa ajuda a compensar;

2. Choques elétricos – em caso de acidente, os choques elétricos são um perigo a considerar, por causa da grande tensão nas baterias;

3. Autonomia e performance – a existência de dois motores podem pôr em causa a autonomia do carro, o depósito de combustível é pequeno. Esta é uma questão subjetiva porque depende do tipo de condução e distâncias a percorrer. A nível de performance é, normalmente, um automóvel mais lento. Algumas baterias podem não durar tanto tempo quanto necessário. Normalmente a versão “plug-in” já é melhor neste aspeto.

Se está a pensar fazer a transição, compare as vantagens e desvantagens dos carros híbridos, antes de tomar uma decisão.

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.

Também lhe pode interessar: