8 viagens inspiradas nos melhores filmes de sempre

Se é fã de cinema, embarque nas 10 viagens inspiradas nos melhores filmes de sempre. Reviva os seus filmes preferidos nos cenários verdadeiros.

8 viagens inspiradas nos melhores filmes de sempre
Estas são as melhores viagens inspiradas nos melhores filmes

Já pensou em fazer viagens inspiradas nos melhores filmes de sempre? O cinema é conhecido pelo seu poder de nos transportar para qualquer lugar do mundo. Mas o melhor mesmo é embarcar num avião e deixarmos que este nos transporte para esses locais.

As seguintes viagens à volta do mundo vão permitir aos fãs reviver algumas das maiores histórias do cinema. Saiba como reviver os seus filmes preferidos, desde os mais clássicos aos de impacto mais recente.

Destinos inspirados nos melhores filmes de sempre


“Mad Max: Estrada da Fúria ” – Namíbia

Mad Max
Fonte da imagem: breakingnews.mn

O filme “Mad Max” foi inicialmente pensado para ser gravado na cidade australiana de Broken Hill, mas devido a uma quantidade incomum de chuvas, o local começou a florescer e, felizmente para a vida selvagem, mas infelizmente para os produtores que procuravam um local pós-apocalíptico, o local de gravações teve que ser repensado.

Como alternativa, foram escolhidos os desertos da Namíbia para darem vida a uma Austrália pós-apocalíptica neste filme que ganhou vários Óscares em 2016.

“Casablanca” – Marrocos

casablanca

Se é fã do filme “Casablanca”, poderá deslocar-se a Casablanca, em Marrocos, com a intenção de conhecer alguns dos locais que aparecem no filme. Contudo, não espere que esta seja das viagens inspiradas nos melhores filmes de sempre que mais lhe agradará, pois na verdade poderá ficar desapontado. A maior parte do filme foi gravado num estúdio em Los Angeles, nos Estados Unidos da América, e os locais mais exóticos foram filmados no estado do Arizona.

“Singin’ in the Rain” – Los Angeles

singin in the rain

Para os apaixonados pelo musical de 1952, será interessante conhecer o local onde foi filmada a cena de abertura do filme, em frente ao Grauman’s Chinese Theatre em Hollywood, na cidade de Los Angeles, na Califórnia. O resto do filme foi realizado no atual Sony Pictures Studio, que na época era ainda MGM Studios.

“12 anos escravo” – Louisiana

12 anos escravoFonte da imagem: Wild Italy

Conhecer todos os locais que serviram de palco ao filme “12 anos escravo” será mesmo uma daquelas viagens inspiradas nos melhores filmes de sempre. As cenas de abertura foram filmadas em Saratoga, Nova Iorque, e em Washington, DC. As cenas movimentadas da cidade foram filmadas em Nova Orleães, e as horríveis cenas de plantações ocorreram também no estado do Louisiana.

“Selma” – Selma, Alabama

selma

Nem todo o filme “Selma” foi filmado em Selma, no estado americano do Alabama, mas a maior parte do filme foi aí filmado. Os locais de filmagem ficaram com um aspeto muito real para a história que estavam a retratar. As cenas que teriam ocorrido no Capitólio do estado de Geórgia foram feitas em Atlanta, enquanto o final da marcha histórica de Martin Luther King, Jr. ocorreu realmente – e foi filmado – em Montgomery, Alabama.

“Ladrões de Bicicletas” – Roma

ladroes-de-bicicletasFonte da imagem: RTP

O filme “Ladrões de Bicicletas” é, muitas vezes, considerado uma das melhores obras do cinema italiano do meio do século XX. Este filme ocorre em Roma, no rescaldo da Segunda Guerra Mundial. Foi filmado em vários bairros de Val Melania, incluindo a Via Salaria, a Piazza Vittoria e a Porta Pia Piazza.

“O Bom, o Mau e o Vilão” – Andaluzia

o bom o mau e o vilao

O filme “O Bom, o Mau e o Vilão” transformou as paisagens espanholas da Andaluzia no oeste selvagem. A maioria das cenas de batalha foi filmada em em Castela e Leão, mas a equipa de gravações também se aventurou em Granada e Madrid, sobretudo para as cenas mais urbanas.

“A Hard Day’s Night” – Londres

A Hard Day's NightFonte da imagem: IndieWire

Em 1964, foi para o ar um filme que cimentou o estatuto dos Beatles como celebridades com poder de permanência. O filme foi rodado em Londres, nomeadamente nas zonas do Tâmisa, Teatro La Scala, estação Marylebone e pelos portões de Notting Hill.

Veja também: