Ainda vale a pena comprar um Windows Phone?

O Windows Phone parece ter os dias contados, segundo alguns analistas. Será que já não vale a pena investir num Windows Phone?

Ainda vale a pena comprar um Windows Phone?
Windows Phone: razões para comprar e para não comprar

O Windows Phone mantém o sentido de queda nos resultados das empresas de análise do mercado, acentuando a distância para a concorrência. De facto, não chega aos 5% de quota de mercado em nenhum dos principais mercados e em alguns, como Espanha e China, não chega sequer a 1%.

O mercado dos sistemas operativos móveis parece, assim, cada vez mais dominado pelos Android e iOS, contrariando a intenção anunciada pela Microsoft, em 2010, altura em que lançou o Windows Phone.

O fim do suporte de algumas das aplicações mais populares ao Windows Phone 8 e 8.1, o fim do suporte destes pela própria Microsoft e a impossibilidade, em alguns smartphones, de atualizar para Windows 10 tem acentuado as dificuldades do Windows Phone, levantando uma questão fundamental: ainda vale a pena comprar um Windows Phone?

Windows Phone: o investimento justifica-se?

A Microsoft não lança um novo Windows Phone há mais de um ano. No entanto, a gigante empresa norte-americana não abandonou os sistemas operativos de smartphone e há alguns smartphones, de outros fabricantes, que permitem utilizar Windows 10 (por exemplo, o HP Elite X3). Conheça os motivos que o podem levar a comprar ou não um Windows Phone.

Razões para não comprar um Windows Phone

Com a chegada do Windows 10, muitas das aplicações mais populares entre os utilizadores deixaram de suportar as versões anteriores do Windows Phone – ou estão em vias de fazê-lo. Facebook, Messenger e o Skype (deixa de funcionar em Windows Phone já a 1 de julho) são algumas das aplicações que deixaram ou vão deixar de dar suporte.

A solução passa por atualizar o sistema operativo ou atualizar o equipamento. O problema é que a atualização para o Windows 10 Mobile não é sempre possível, obrigando a que a atualização seja feita para outros sistemas que não para o ecossistema da Microsoft.

Outro problema do Windows Phone, que poderá levar a não o comprar, é a limitação de apps, uma questão que se colocou desde o seu lançamento e não teve melhorias substanciais (nem se espera que tal aconteça considerando o ponto anteriormente referido). Aliás, a própria Microsoft lança novos apps para Android e iOS e deixa o Windows Phone de lado.

Razões para comprar um Windows Phone

Apesar dos problemas mencionados, a Microsoft é uma das maiores empresas do mundo e é pouco provável – pelo menos a curto/ médio prazo – que o sistema operativo seja abandonado. Assim, para quem está satisfeito com o Windows Phone, não haverá grandes razões para mudar, a menos que o queira fazer. A questão da atualização para o Windows 10 resolve-se em alguns smartphones. Quando não é possível, pode optar por mudar o equipamento.

Se não pretende um grande número de apps, encontra smartphones Windows Phone mais baratos relativamente à concorrência, podendo ser uma boa opção para este tipo específico de clientes.

Veja também: