Yämmi vs Chef Express

No duelo Yämmi vs Chef Express qual é o robot de cozinha que sai vencedor? As respostas estão aqui.

Yämmi vs Chef Express
Análise comparativa.


Consiga o seu robô de cozinha sem arruinar o orçamento! Saiba como aqui. Os dois gigantes do retalho em Portugal entraram na luta dos robots de cozinha e o duelo está renhido. No ringue apresentam-se Yämmi vs Chef Express, a primeira da Sonae e a segundo do Pingo Doce, ambas muito semelhantes mas, ao mesmo tempo, com diferenças significativas. Para começar, a Chef Express é made in Portugal e tem o selo de qualidade da Flama mas a Yämmi tem já uma legião de fiéis seguidores. Quem ganha?

 

Yämmi vs Chef Express: as diferenças

 

Lâminas

A Yämmi tem duas lâminas: uma de cortar e outra de mistura. A Chef Express, como a Bimby, só tem uma lâmina. Apesar de quem tem Yämmi não se queixar, à partida, será mais prático não ter que trocar de lâmina a meio da receitas.

 

Balança

A Yämmi não tem balança incorporada, apesar de fazer parte dos acessórios de origem da máquina, aqui perde para a concorrente. A Chef Express traz balança incorporada. É bastante mais prático quando a balança está incorporada porque faz tudo no mesmo sítio, suja menos loiça e tem a bancada mais livre.

 

Copo

Aqui ninguém fica a ganhar! Tanto a Chef Express quanto a Yämmi têm exatamente a mesma capacidade: 2 litros. A título de curiosidade, a nova Bimby tem um pouco mais: 2,2 litros.

 

Copo medidor

Já no copo medidor, tanto a Chef Express como a Yämmi têm um sistema semelhante que bate o  do líder. O copo medidor encaixa no topo da máquina e tranca, é mais seguro e mais prático porque o vapor sai por uns orifícios.. O copo serve para medir os ingredientes (100ml) e para tapar o bocal da tampa.

 

Cozinhar ao vapor

Ambas têm um sistema para cozinhar a vapor, a Chef Express chama-lhe “vaporeira" e a Yämmi “bandeja de vapor”, têm o mesmo número de tabuleiros (2) e encaixam funcionam da mesma forma. 

 

Temperatura

Na Chef Express a temperatura varia entre os 37º e os 120º, já a Yämmi só atinge os 100º. Não é grave mas aqueles 20º extra permitem fazer melhores refogados, reduzir molhos e atingir o ponto de caramelo. Além disso, na Yämmi, a uma temperatura de 100º, não é possível uma velocidade superior a 4.

 

Funções

Ambas têm 10 velocidades, mais o turbo, e fazem as mesmas tarefas, ou seja: bater claras em castelo, moer e pulverizar, picar, triturar e cortar, emulsionar, cozer a vapor, refogar e saltear, aquecer e ferver, amassar e misturar. Assim como ajustar o temperatura, o tempo e a velocidade a qualquer altura.

Ao contrário da Chef Express, a Yämmi não tem função específica de amassar mas também é possível fazer massas na máquina. Porém, a Yämmi apresenta uma desvantagem: tem duas lâminas, a de corte e a de mistura, podendo ser necessário ter de trocar de lâmina a meio do processo, o que não é tão prático.

 

Acessórios

Ambas incluem cesto, espátula, pá misturadora, bandeja para vapor e livro com mais de 200 receitas especialmente pensadas de acordo com a dieta dos portuguesas.

 

Preço

Também aqui estes dois robots de cozinha não diferem muito um do outro, se a Yämmi custa 349€, a Chef Express custa pouco mais, ficando pelos 399€. Porém, apesar de muito semelhantes, a Chef Express apresenta algumas vantagens que, na nossa opinião, apagam a diferença do preço. 

A possibilidade de cozinhar até 120º, o facto de não precisar de mudar de lâmina, a balança incorporada e, importa referir, um design muito mais atrativo, pesam na escolha. No entanto, no  início do próximo chega a nova Yämmi que pode superar a máquina do Pingo Doce.
 
Veja também: