Zumbido nos ouvidos: causas e tratamentos

Sabe como é viver com a sensação de ter uma panela de pressão nos ouvidos? Se é o caso, saiba que este sintoma pode indicar início de surdez e deve ser tratado.

Zumbido nos ouvidos: causas e tratamentos
Saiba o que fazer

Sabia que o tinido nos ouvidos, também conhecido como acufeno ou tinnitus, é um dos sintomas associados à perda da audição? Ele é a razão de queixa de milhares de pessoas por todo o mundo, podendo mesmo ser considerado como o terceiro sintoma mais incómodo relatado pela população. A revelação é feita pela Agência de Saúde Pública Norte Americana. Descubra aqui como identificar o problema do zumbido nos ouvidos, as suas causas e tratamentos.

O sintoma é relatado como sendo a sensação de ter uma abelha ou cigarra no ouvido, podendo ainda ter um som que lembra o cair de água, um motor a funcionar ou uma sirene. Em grande parte das vezes, o zumbido nos ouvidos é confundido como um sinal de doença e estima-se que possa afetar 24% da população mundial.
 

Como acontece o zumbido nos ouvidos

O tinido nos ouvidos é uma sensação auditiva que ocorre sem qualquer estímulo externo ao corpo, tornando-se persistente. Ele acontece porque o ouvido passa a enviar impulsos sonoros sem que haja uma fonte sonora real e, normalmente, este sintoma é associado às várias formas de perda auditiva. Por ser de facto muito incómodo, quem sofre com este problema vê situações normais do dia a dia afetadas, como é o caso do sono, da concentração e do equilíbrio.
 

Zumbido nos ouvidos: causas

Apesar de comummente associado à perda de audição, é possível encontrar outras causas para este mal estar. A exposição prolongada a sons altos, acima dos 85 decibéis, e o stress das grandes cidades pode desencadear o zumbido nos ouvidos, mas há centenas de causas que podem explicá-lo.

Normalmente, o incómodo tem início em momentos de silêncio e, nestas alturas, é preciso observar se existe alguma alergia que provoque a inflamação do ouvido médio, ou mesmo se existem outros sintomas que alertem para problemas na coluna cervical. Doenças como diabetes e o uso de determinados medicamentos também podem estar na origem do desconforto.

Por haver variadas possíveis razões para o zumbido nos ouvidos, é necessário obter um diagnóstico real da situação, feito pelo médico especialista. O otorrinolaringologista, após observar o que provoca o mal estar, pode recomendar um tratamento adaptado à situação. A parte positiva da questão é que cerca de 70% dos pacientes consegue dizer adeus ao zumbido.
 


Diagnóstico

Não existe um tratamento único para o problema e a chave para resolver o desconforto é descobrir a causa do zumbido. Os especialistas alertam que, ao primeiro sinal de tinido nos ouvidos, o paciente deve procurar ajuda médica para que possa, finalmente, retomar a rotina e abandonar a dificuldade de encarar o silêncio nos ambientes.

Por ter origens multifatoriais, o processo pode necessitar do acompanhamento de uma equipa multidisciplinar, incluindo, para além do otorrinolaringologista, fonoaudiólogos e dentistas. Para diagnosticar a causa do problema com exatidão podem ser indicados exames que indiquem as razões do zumbido.
 


Tratamento

Após serem examinadas as possíveis causas do problema, o especialista pode indicar algum tratamento que proporcione o alívio do zumbido nos ouvidos, como o uso de aparelhos auditivos com tecnologia específica para reduzir o sintoma do tinido.

Caso as origens estejam relacionadas a algum processo inflamatório, deverá ser administrada a medicação indicada pelo médico. Compressas de calor podem ajudar a trazer algum conforto aos pacientes.
 
Veja também: