2015 convidou portugueses a tirar férias… em casa

Segundo dados do INE, a maioria dos portugueses não saiu de casa para tirar férias em 2015.

2015 convidou portugueses a tirar férias… em casa
Estudo foi feito pelo INE.

Em 2015, cerca de 57% dos portugueses não tirou férias fora da sua residência habitual. Um número que acaba por contrastar com o crescimento hoteleiro a nível nacional – mais clientes, mais dormidas, mais receita. Os dados são do Instituto Nacional de Estatística.
 

Portugal é “caseirinho”

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), 57% dos portugueses não declarou qualquer escapadela turística com dormida fora de casa. Um registo que traduz uma subida de 3,5% face a 2014.

No mesmo relatório, pode ler-se que os portugueses totalizaram 19,1 milhões de deslocações, mais 7% face ao ano passado. A maioria, cerca de 90%, ficou-se por território português. Por outro lado, os destinos estrangeiros também geraram 1,9 milhões de saídas. O fator férias ou lazer motivou 42% dos portugueses, ou seja, 8,1 milhões de viagens.

 

Hotelaria tem prosperado

Apesar de os portugueses ainda passarem grande parte das suas férias em casa, o setor da hotelaria tem prosperado a “olhos vistos”. Em Portugal, os hotéis e afins registaram um ano bastante favorável com 19,2 milhões de clientes que geraram 53,2 milhões de dormidas, resultados que demonstram um aumento de 10,9% e 9,1%, respetivamente. Os turistas estrangeiros representam a maior fatia do “bolo” (71% da ocupação).

Números que, apesar de tudo, revelam uma desaceleração face a 2014 – 12,6% nos hóspedes e 11% nas dormidas.


Veja também: