2017 pode ser ano de recorde no turismo na região Centro

Segundo o presidente da Turismo Centro, 2017 "vai ser o ano da graça no centro do país", devido a eventos como a visita do Papa ou o encontro dos operadores turísticos europeus.

2017 pode ser ano de recorde no turismo na região Centro
Expectativas elevadas este ano

"O ano de 2017 reúne um conjunto de acontecimentos únicos para a região Centro e para Portugal que deverão reforçar a forte tendência de crescimento que se regista nos últimos anos na região", prevê Pedro Machado, presidente da Entidade Regional Turismo Centro.

Em destaque está a visita do papa Francisco ao Santuário de Fátima, a 12 e 13 de maio, por ocasião do centenário das aparições. Esta visita está a agitar o mercado hoteleiro na região, estando o parque hoteleiro esgotado para os dias da visita, com o valor das reservas para essas datas a ultrapassar a soma de todas as reservas registadas em 2015. Fátima deverá oito milhões de visitantes em 2017, um milhão a mais do que em 2016.

Outro acontecimento único na região Centro será a reunião anual da ECTAA ­- Confederação Europeia das Associações de Agências de Viagens e Operadores Turísticos Europeus, que juntará em Coimbra, entre 31 de maio e 2 de junho, representantes de 80 mil agências de 30 países.

Ainda em 2017, o Centro de Portugal será o "Destino Preferido da APAVT (Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo)”, tal como anunciado por Pedro Costa Ferreira na cerimónia de encerramento do 42º Congresso Nacional da associação, que decorreu em Aveiro.

O protocolo estabelecido entre a APAVT e a Turismo do Centro de Portugal vai permitir ao destino ser promovido com ações de comunicação e de marketing especiais junto das agências de viagens portuguesas.

2017 reúne, assim, "todos os ingredientes para ser um dos melhores anos turísticos de sempre no Centro", reforça Pedro Machado, lembrando que a região "está na linha das tendências internacionais", com apostas no turismo cultural, ativo, sénior e religioso.

Com uma área que engloba 100 municípios, o que a torna a maior e mais diversificada área turística nacional, a Entidade Regional Turismo Centro de Portugal tem vindo a consolidar desde 2013 "um projeto sólido e ambicioso" através de um plano de marketing que assume como prioridade o posicionamento "Centro de Portugal".

Veja também: