AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

A Bosh e a Universidade do Minho estão à procura de engenheiros

A investigação em Portugal está viva e prova disto é esta notícia. A Bosh e a Universidade do Minho estão a contratar pessoas para um grande projeto de investigação.

A Bosh e a Universidade do Minho estão à procura de engenheiros
Há 90 vagas para engenheiros
  • O projeto está focado na indústria automóvel.

A aposta da Universidade do Minho na inovação já é conhecida a nível internacional, mas a notícia avançada agora traz uma grande novidade. A Bosh e a Universidade do Minho uniram-se num grande projeto de investigação que já vai para a segunda fase e estão a contratar 90 engenheiros e 165 bolseiros. A segunda fase deste projeto de investigação e desenvolvimento está avaliada em 50 milhões de euros e, segundo a multinacional Bosh, prevê arrancar em finais de 2015. “A candidatura a fundos do Compete já foi entregue, estando previsto para finais de 2015 o arranque da segunda fase daquele projeto I&D”. 
 

Quer saber mais?
Receba as nossas melhores dicas no seu e-mail. Registe-se no E-Konomista. Diariamente, levamos até si a informação de emprego mais relevante.
O projeto tem como principal objetivo “encontrar soluções multimédia avançadas para a indústria automóvel e potenciar a cultura de inovação exportada pelo grupo Bosch a partir de Portugal para todo o mundo".

Nos últimos dois anos a Bosh e a Universidade do Minho têm estado a trabalhar em parceira na primeira fase deste projeto que teve um investimento de 19 milhões de euros. Em comunicado, sabe-se que neste período “foram desenvolvidos 14 projetos de investigação e registadas dez patentes”. 

O Administrador da multinacional, Sven Ost revelou que “A Bosh em Braga apostou em força em I&D porque acredita que este é o melhor caminho para afirmar as suas competências no seio do grupo e adaptar o seu portefólio de produtos às necessidades futuras do mercado mundial de multimédia automóvel”.


Veja também: