Academia Internacional de Gastronomia distingue receitas do Abade de Priscos

A Academia Internacional de Gastronomia atribuiu o Prix de la Littérature Gastronomique ao livro “A vida e as receitas inéditas do Abade de Priscos”.

Academia Internacional de Gastronomia distingue receitas do Abade de Priscos
Um prémio literário e também gastronómico

O livro “A vida e as receitas inéditas do Abade de Priscos”, da autoria de Mário Vilhena da Cunha e Fortunato da Câmara, foi premiado com o Prix de la Littérature Gastronomique, pela Academia Internacional de Gastronomia.

Legado gastronómico do Abade de Priscos foi premiado

abade priscos

A Academia Internacional de Gastronomia atribuiu o Prix de la Littérature Gastronomique ao livro “A vida e as receitas inéditas do Abade de Priscos”, da autoria de Mário Vilhena da Cunha e Fortunato da Câmara. Um prémio que reconhece a qualidade da gastronomia portuguesa e que será atribuído no dia 20 de novembro, no Grémio Literário, em Lisboa, por ocasião do jantar anual da Academia Portuguesa de Gastronomia.

Este não é o primeiro prémio que o livro conquista. Publicado em outubro de 2016, a obra já havia sido premiada com o Gourmand Award 2016 na categoria de História Culinária. Um reconhecimento que torna “A vida e as receitas inéditas do Abade de Priscos” num apetitoso livro para oferecer em qualquer altura.

“A premissa deste livro é resgatar a figura do Abade de Priscos a ideia por vezes feita de que ele é apenas uma figura caricatural, ou imaginária, de uma qualquer lenda culinária. Basta apenas referir como exemplo o deslize frequente de se referirem ao seu famoso pudim como um doce conventual. Erro factual. O Abade nunca esteve em nenhum convento ou mosteiro, nem há registo na história de Portugal de haver doces conventuais feitos por homens. Este doce é apenas aquilo a que hoje se chamaria uma receita de autor, e como tal, quando muito será um doce do passal, pois certamente foi muitas vezes cozinhado pelo Padre Machado Rebelo na sua residência paroquial de Priscos”, referiram os autores.

O livro encontra-se à venda por cerca de 20 euros.

Veja também: