Sabe o que lhe reserva a atualização das pensões em 2017?

Entre mudanças e retrocessos… descubra o que lhe reserva a atualização das pensões em 2017.

Sabe o que lhe reserva a atualização das pensões em 2017?
Saiba o que aí vem.

A atualização das pensões em 2017 marcou a tarde da passada sexta-feira, dia 11 de novembro, com a audição do ministro da Segurança Social por parte do Parlamento. O tema é delicado e tem criado cisões entre as diversas bancadas parlamentares – foi, inclusive, um dos temas que mais tempo de negociação exigiu entre o Governo, o PS e os partidos à sua esquerda. Saiba o que o futuro lhe reserva.

A lei em vigor prevê a atualização de todas as pensões até 1,5 Indexantes de Apoios Sociais – o famoso IAS, que atualmente se encontra fixado nos 419,22 euros. Uma lei que, recorde-se, esteve suspensa entre 2011 e 2015. Mas a atualização das pensões em 2017 prevê que estas alcancem os 2 IAS, ou seja, até cerca de 838 euros. Uma atualização em linha com a inflação, que se estima ser de 0,7%.

Serão atualizadas cerca de 2,7 milhões de pensões, isto é, perto de 92,7% das pensões pagas pela segurança social ou 86,3% do total se se considerar também o universo da Caixa Geral de Aposentações (CGA).

A atualização das pensões em 2017 deverá ocorrer logo no primeiro mês do ano, embora a conta dos reformados só a deva notar a partir de fevereiro (com retroativos a janeiro, claro).

Para além desta atualização das pensões em 2017, espera-se ainda outro aumento de 10 euros. A proposta do governo recai sobre todas as pensões até 1,5 IAS (628 euros) e que não tenham sido alvo de qualquer aumento entre 2011 e 2015.

Haverá ainda um acréscimo das pensões entre os 2 e os 6 IAS, que será calculado à luz da inflação, abatido em 0,5 pontos percentuais (o que dá 0,2%).


Veja também: