Os aumentos nas prestações sociais: Costa promete devolver rendimentos às famílias

O próximo ano vai trazer muitas alterações para as famílias portuguesas, sendo que uma delas é já nos aumentos nas prestações sociais. 

Os aumentos nas prestações sociais: Costa promete devolver rendimentos às famílias
2016 vai trazer aumentos nas prestações sociais

O executivo de António Costa está em funções há menos de dois meses, mas tem mostrado vontade de mudar tudo aquilo com o qual se bateu durante a campanha. O atual primeiro-ministro defende que as famílias portuguesas precisam urgentemente de mais liquidez e de recuperar as suas economias domésticas. 

Às portas do natal, o Governo avança que em 2016 haverá aumentos nas prestações sociais. O Comunicado do Conselho de Ministros de 17 de dezembro assegura que vão desbloquear-se congelamentos que estavam por mexer há vários anos. O que está neste momento em cima da mesa é o aumento do abono de família, de pensões, do CSI (Complemento Solidário para Idosos) e RSI (Rendimento Social de Inserção).

Este aumento nas prestações sociais será considerável, visando essencialmente a reposição do valor de referência do CSI, a reposição do valor de referência do RSI e o aumento dos três primeiros escalões do abono de família.

Parecendo que não, estas medidas relacionadas com os aumentos nas prestações sociais beneficiarão grande parte dos portugueses. Mexer no abono de família vai ajudar mais de um milhão de crianças, sendo que a reposição dos mínimos sociais referida em cima ajudará 440 mil portugueses.

Os aumentos nas prestações sociais em matéria de pensões, permitirá atualizar mais de 2 milhões de pensões, tanto do regime de Segurança Social, como do Regime de Caixa Geral de Aposentações (CGA).
 

As alterações à lupa


Abono de Família
É já a partir de janeiro de 2016 que os primeiros escalões serão aumentados em 3,5%, 2,5% e 2% respetivamente. 

Aumento no CSI 
O Executivo de António Costa quer repor o valor que esteve em vigor até 2012. É também a partir de janeiro que o valor passa a ser novamente de 5022 euros por ano.

Aumento do RSI 
Apesar de ainda não se saber ao certo quais os valores exatos referentes ao RSI, sabe-se que as alterações devem acontecer na escala de equivalências, pesando cada elemento do agregado familiar.

Aumento das Pensões
Todas as pensões até aos 628,8 euros devem sofrer aumentos. Uma medida que ainda não está totalmente fechada, mas que não andará longe destes valores. 



Veja também: