Bancos a fechar em todo o país

BPI é o primeiro banco do qual se ouve falar em encerramentos, mas é expectável que tal aconteça com outras instituições financeiras. Para já a maioria é no Grande Porto e Lisboa, mas com certeza não ficará por aqui.

 Bancos a fechar em todo o país

De acordo com António Alves, presidente da Comissão de Trabalhadores do banco, até 31 de Maio, 18 balcões vão fechar portas, mas até ao final do ano, serão perto de 40 filiais, esperando-se mais encerramentos futuramente.

Se é cliente do BPI em Braga, saiba que o balcão de Vilarinho vai encerrar; no Porto, vão encerrar os balcões de Castelo da Maia, Boavista, Serpa Pinto e Campo 24 de Agosto e Valado de Frades. Quanto à Grande Lisboa, deixam de funcionar os postos de Avenida Afonso III, Guerra Junqueiro, Alfândega, Poço do Bispo, Caxias, Trafaria, Almada, 25 de Abril, Samouco, Sarilhos Grandes, Castelo de Vide Cebolais de Cima e para finalizar na Madeira, encerra no Estreito da Câmara de Lobos.

A explicação dada é que a actividade exercida por estes balcões " não compensa o negócio", não fazendo sentido continuar a operar no mercado e o presidente ressalvou que todos os colaboradores foram já avisados por escrito.

E o leitor pergunta-se, "Mais pessoas para o desemprego?"; no entanto, são poucos os que não sabem o seu futuro, já que a maioria já sabe onde irá ser recolocado, outros vão para a reforma antecipada.

Este encerramento de agências não prevê a abertura de novos balcões, pelo que não irá existir qualquer compensação.