Bancos estrangeiros geram mais reclamações

Em Portugal é a banca estrangeira que lidera as reclamações em Portugal. Principalmente o crédito ao consumo é o que gera mais reclamações dos clientes portugueses, além de liderar nos processos instaurados e o que sofre mais alterações em campanhas.

Bancos estrangeiros geram mais reclamações

Segundo o Banco de Portugal, que apresentou os dados do Relatório de Supervisão Comportamental, em 2010, os bancos estrangeiros, como é o caso de Deutsche Bank, o Barclays ou o BBVA vão à frente no que toca a reclamações de clientes.

Basta ver que no crédito ao consumo em cada 10 instituições que foram alvo de reclamação de clientes, 8 são estrangeiras. Ou até no crédito habitação, onde 7 em cada 10 também são internacionais.

Ainda no crédito ao consumo, especial atenção para o crédito automóvel associado às marcas automóveis, como foi o caso da Crediagora, da Société Générale, que foi a instituição que reuniu mais reclamações.

Mesmo assim, verificou-se uma quebra de 13,3% nas reclamações em relação a 2009, já que o Banco de Portugal recebeu menos 2.315 reclamações em 2010. Em mais de metade dos casos a reclamação é resolvida em favor do cliente, seja por iniciativa da própria instituição ou por ordem do Banco de Portugal.

Além disso, foram analisadas 4.971 campanhas de publicidade, das quais 203 foram alteradas, referentes a 41 instituições, por exigência do Banco de Portugal.

As contas de depósito, o crédito ao consumo e o crédito habitação representaram 67% do total das queixas dos consumidores.