Bancos portugueses com prejuízo de 1550 milhões de euros

Os 24 bancos que operam em Portugal foram analisados nos primeiros nove meses do ano, apresentando um prejuízo superior a 1500 milhõs de euros.

Bancos portugueses com prejuízo de 1550 milhões de euros
Banco de Portugal avança dados sobre bancos portugueses
  • Foram analisados 24 bancos a operar no mercado português

Segundo os dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal, os 24 bancos que foram analisados durante os primeiros nove meses do ano, representam um prejuízo de 1550 milhões de euros. Estes 24 bancos a operar no mercado português foram analisados ao pormenor durante estes nove meses, sendo que metade dos bancos teve lucros e a outra metade - prejuízos.

 

Ainda assim, mesmo com todos os lucros somados, o resultado final revela que as contas do sector estão no vermelho. Isto deve-se ao facto da maioria das principais entidades bancárias ter registado perdas consideráveis de capital ao longo do ano de 2013.

 

Segundo o Banco de Portugal, "entre Janeiro e Setembro, o BCP liderou os prejuízos (597 milhões de euros), seguido pelo BES (381 milhões de euros), pela CGD (278 milhões de euros), pelo Banif (243,5 milhões de euros) e pelo Montepio (205,2 milhões de euros)." As perdas destas cinco instituições são logo superiores a 1700 milhões de euros, sendo as grandes responsáveis pelos números finais que revelam o prejuízo do sector.

 

Para além deste grande bolo, podem-se juntar ainda a estes números, os prejuízos do BBVA Portugal (57,5 milhões de euros), do Banco Madesant (12,5 milhões de euros), do Banco Popular Portugal (7,5 milhões de euros), do Crédito Agrícola (quatro milhões de euros), do Banco Invest (2,6 milhões de euros), do AtivoBank (2,5 milhões de euros), e do Banco BIC (850 mil euros). Se somarmos tudo, o montante total dos prejuízos bate nos 1800 milhões de euros.