Centro negócios da Madeira licencia duas novas empresas e cria 40 postos de trabalho

O Centro Internacional de Negócios da Madeira licenciou duas novas empresas estrangeiras na área dos serviços internacionais, criando mais de 40 novos postos de trabalho na Região.

Centro negócios da Madeira licencia duas novas empresas e cria 40 postos de trabalho
As duas empresas prevêm reforçar a sua política de recrutamento

Segundo a Sociedade de Desenvolvimento da Madeira (SDM), empresa concessionária do CINM, “a TV APP Agency, de capitais britânico e que opera na área das tecnologias de informação, e a Lux&Bel Construções, construtora que opera no centro da Europa, optaram pelo licenciamento na Zona Franca da Madeira perante as condições que são proporcionadas pelo Regime IV, aprovado pela Comissão Europeia, e que pressupõe um regime fiscal mais favorável e ao nível de outras praças europeias como a Holanda, Luxemburgo ou Malta”.

O comunicado adianta que a “TV APP Agency, que cria, pesquisa e desenvolve aplicações para televisão, telemóveis e smartTVs, recrutou 26 profissionais na Madeira, muitos deles jovens qualificados e licenciados pela Universidade da Madeira, vendo a sua presença no CINM como uma possibilidade de manter o estatuto de sociedade operante na União Europeia perante o ‘Brexit’ [saída do Reino Unido da Europa]”.

Quanto à Lux&Bel, que atua fundamentalmente no Luxemburgo e na Bélgica, “já recrutou 19 profissionais especializados em artes específicas do setor, como por exemplo a carpintaria, sendo que muitos deles estavam no desemprego devido à quebra da atividade da indústria da construção da Madeira”.

Ambas as empresas têm nos seus planos reforçar a sua política de recrutamento na Madeira, ao longo de 2017, refere ainda.

Em 2015, o CINM gerou mais de 150 milhões de euros de receitas fiscais, devendo ter atingido os 190 milhões de euros em 2016, fruto da forte adesão de novos licenciamentos, representando mais de 60% das receitas de IRC cobradas na Madeira e mais de 17% das receitas fiscais de toda a Região.

O CINM tem, atualmente, registadas e a operar na Zona Franca da Madeira cerca de 2.000 entidades nos três setores de atividade, Serviços Internacionais, Zona Franca Industrial e Registo Internacional de Navios da Madeira.

Veja também: