China vai recolher impressões digitais de visitantes estrangeiros

O país segue os passos dos EUA, que já recolhe impressões digitais de grande parte dos turistas desde 2004.

China vai recolher impressões digitais de visitantes estrangeiros
Medida de segurança já está em vigor

Os estrangeiros que todos os anos visitam a China terão, a partir de agora, recolhidas as suas impressões digitais, ao entrar e sair do país, anunciou o Ministério da Segurança Pública chinês. As novas regras serão, sobretudo, aplicadas a pessoas com idades entre os 14 e os 70 anos.

A medida será primeiro aplicada em Shenzhen, cidade que faz fronteira com Hong Kong. As autoridades chinesas contabilizaram mais de 76 milhões de entradas e saídas de estrangeiros, no ano passado. Coreia do Sul, Japão, Estados Unidos e Rússia foram os principais países de origem.

O ministro realçou que o novo requisito é "uma medida importante para fortalecer a gestão das entradas e saídas" e que está de acordo com o praticado em outros países. Nos Estados Unidos, por exemplo, desde 2004 que se recolhem as impressões digitais da maioria dos visitantes estrangeiros.

Veja também: