Comissão Europeia vai sortear até 7000 viagens

Depois do PPE ter proposto um interrail grátis para todos os jovens europeus, a Comissão vem agora dizer que não há dinheiro, mas...

Comissão Europeia vai sortear até 7000 viagens
O interrail grátis foi cancelado

Depois de, em Outubro do ano passado, o grupo parlamentar do Partido Popular Europeu (PPE ) – liderado por Manfred Weber – ter apresentado uma proposta que visava oferecer a todos os jovens um bilhete grátis para um Interrail na Europa – no ano em que completassem 18 anos de idade -, a Comissão Europeia vem acabar com as expectativas geradas em torno deste assunto.

Apesar da medida ter por objectivo aumentar o “espírito europeu”, num momento em que o Brexit se tornou uma realidade, a Comissão diz que esse espírito é deveras expendioso, pois feitas as contas seriam necessários cerca de 1,6 mil milhões de euros para cobrir as despesas das viagens de todos os jovens europeus.

Em comunicado, a Comissão revela que “este tipo de financiamento não está atualmente disponível”, o que já levou o líder do Partido Popular Europeu a mostrar-se desapontado com a resposta do executivo comunitário.

“É uma excelente oportunidade que se perde” – considera Weber , deixando a garantia de que o Parlamento Europeu se mantém convictamente defensor do projeto. O alemão pede, inclusivamente, uma “união de esforços” para conseguir levar o interrail avante.

O Interrail é um passe que permite andar de comboio por 30 países da Europa durante um determinado período de tempo e custa entre 200 e 479 euros.

Todavia, e para lidar da melhor forma com a situação – já por si delicada – a Comissão Europeia vai sortear entre 5.000 e 7.000 viagens a países da União Europeia, programa conhecido por Move2Learn, Learn2Move.

O programa Move2Learn, Learn2Move: candidaturas abertas

As candidaturas ao programa Move2Learn, Learn2Move estão abertas a todos os estudantes com mais de 16 anos que, no presente ano escolar, tenham submetido (ou venham a submeter) projetos no portal eTwinning – que no ano passado, em Portugal, contou com a submissão de 5391 projetos.

Apesar da proposta se reduzir ao universo escolar, não deixa de ser uma oportunidade única para os jovens conhecerem a cultura europeia e todas as suas singularidades.

As candidaturas estão abertas até 30 de junho e podem ser apresentadas individualmente ou por turma – fator preferencial.

A União atribuirá cheques de 350 euros -que podem chegar aos 530 euros, no caso de jovens que partam de zonas insulares, como a Madeira e os Açores – para a viagem (cobrindo apenas as deslocações) e os jovens “terão de combinar vários meios de transporte para não exceder um determinado nível de emissões” de CO2.

As viagens podem durar até duas semanas e devem realizar-se entre agosto deste ano e dezembro de 2018. Vão ser alocados 2,5 milhões de euros do programa Erasmus a este projeto.

Consulte toda a informação sobre o programa Move2Learn, Learn2Move, aqui.

Veja também: