PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

Consome sementes todos os dias? Não exagere!

Médicos e nutricionistas alertam para risco de consumo excessivo de sementes.

Consome sementes todos os dias? Não exagere!
A ingestão excessiva de sementes pode provocar alguns problemas de saúde

O consumo de sementes pode ser prejudicial para a saúde. É isso que dizem os médicos e nutricionistas.

A verdade é que as sementes estão na moda. E isso fez disparar o consumo de sementes como a chia, girassol, sésamo ou quinoa. Mas esta tendência está a preocupar médicos e nutricionistas, que têm recebido pacientes com problemas causados pelo consumo em excesso deste tipo de sementes.

Dizem os especialistas que estas sementes chegam ao mercado sem controlo de qualidade. “São produtos vendidos em supermercados, em casas comerciais sem controlo de qualidade nenhuma, induzindo nas pessoas a ideia de que podem consumir à vontade, que é muito saudável, e que não desencadeia qualquer tipo de situação ou sintomas colaterais, mas isso não corresponde à verdade”, explicou o presidente da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia, José Cotter.

José Cotter diz ainda que o consumo destas sementes tem como objetivo principal “estimular o intestino", e que, por isso, as pessoas que as consomem "indiscriminadamente" e "excessivamente" podem ter problemas. E é esse comportamento que pode estar na origem dos problemas.  

Também a bastonária da Ordem dos Nutricionista, Alexandra Bento alerta para este facto. Diz Alexandra Bento esta moda das sementes acarreta riscos e que este consumo exagerado pode ser "perigoso e incorreto" se for feito "sem a diluição perfeita, sem a trituração necessária" e "de forma exagerada", só porque pensa que é "tremendamente saudável".

Os especialistas alertam que o consumo em excesso podem provocar mal-estar, como flatulência ou oclusão intestinal. A solução: consumir menos sementes.

Os médicos alertam ainda que as sementes estão contraindicadas em certas patologias como a doença de Crohn ou perturbações no tubo digestivo e que, portanto, o consumo de sementes deve ser feito de acordo com as indicações do seu médico ou nutricionista.

Veja também: