Conta Poupança - Recorde para Certificados do Tesouro

Existe cada vez mais confiança neste produto de poupança que conquistou os portugueses que apenas em Dezembro subscreveram 233 milhões de euros, beneficiando de um juro também recorde de 6,5%

Conta Poupança - Recorde para Certificados do Tesouro

Os Certificados de Aforro foram completamente ultrapassados pelos Certificados do Tesouro já em 2010,e principalmente, em Dezembro, altura em que disparou, tendo-se assistido, inclusivé, à transferência de um produto de poupança para outro.

Este produto de poupança criado pelo Estado em Julho, já obteve 685 milhões de euros desde que foi criado e só em Dezembro os portugueses investiram fortemente com subscrições no valor total de 233 milhões de euros.

A adesão ultrapassou, ainda que de forma ligeira a expectativa do Governo, que no Orçamento de Estado assumia que iria captar 651 milhões de euros.

Esta extrema adesão em Dezembro explica-se facilmente com a elevada rendibilidade deste produto, principalmente no último mês do ano, que atingiu uma taxa de juro recorde de 6,5%.

Mesmo agora em Janeiro, se estiver a pensar em subscrever este produto de poupança, ainda vai a tempo pois irá a continuar beneficiar de uma taxa máxima elevada. Para quem mantiver estes certificados por 10 anos, o juro anual bruto é de 6,4%.

Os investidores já não apostam tanto nos certificados de aforro, aumentando o número de resgates, que atingiram os 305 milhões de euros, assim como as subscrições se fixaram nos 41 milhões de euros. Tal comportamento explica-se com a baixa rendibilidade oferecida, devido ao actual nível de juros das Euribor, assim como a alta rendibilidade oferecida pelos certificados do Tesouro que motivam os investidores a procurar produtos mais rentáveis.