Quer receber a melhor informação sobre impostos ?

Inscreva-se já e receba todas as dicas e notícias atualizadas ao minuto.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Enviar

Contribuintes sem dependentes podem ver o seu IRS aumentar

As alterações no IRS que estão a ser debatidas até Setembro poderão causar o aumento da factura de IRS dos agregados sem dependentes. Saiba como.

Contribuintes sem dependentes podem ver o seu IRS aumentar
Saiba o que poderá mudar no IRS para quem não tem dependentes

O Portal Dinheiro Vivo teve acessos a dados da Autoridade Tributária e Aduaneira que revelam que existem cerca de 3,7 milhões de agregados familiares que estão em risco de ver a sua factura de IRS aumentar. Isto porque o quociente conjugal por um familiar foi substituído, o que pode fazer com que as deduções de valor fixo possam aumentar o IRS, principalmente dos contribuintes que não têm filhos ou que nunca declararam nenhum dependente fiscal.

Em notícia pode ler-se que “o anteprojeto da reforma de IRS prevê que a determinação do rendimento coletável (sujeito a tributação) passe a ter em conta o número de dependentes do agregado, atribuindo a cada um o valor de 0,3”. Assim sendo, caso esta solução avance, os contribuintes com filhos vão, de facto, pagar menos impostos, ao contrário dos contribuintes sem dependentes que estarão sujeitos a pagar mais. Se assim for, o aumento poderá rondar a média de 46 euros, o que para muitos agregados pode ser um rombo forte no orçamento.

Segundo os últimos dados da Administração Tributária, existem cerca de 70% de agregados que entregaram a sua declaração de IRS em 2012 e que não têm qualquer dependente. Perante estes dados, pode concluir-se que mais de metade da população activa portuguesa poderá ver a sua factura de IRS aumentar, numa altura em que qualquer extra no orçamento familiar poderá fazer toda a diferença.


Veja também: