Cópia do cartão de cidadão vai passar a sair caro aos portugueses

A ilegalidade da cópia já existe desde 2007, ano em que o bilhete de identidade foi substituído pelo atual cartão de cidadão. Porém, só agora se pretende pôr a lei em prática.

Cópia do cartão de cidadão vai passar a sair caro aos portugueses
Desde 2007 que este ato é ilegal, mas só agora a lei vai punir a sua violação.

Em vários momentos da nossa vida, podemos confrontarmo-nos com a possibilidade de ser necessária uma cópia do nosso cartão de cidadão. Este pedido sempre foi atendido com naturalidade e sem qualquer problema. Porém, a partir de agora, o mesmo não vai acontecer. Isto porque, segundo uma nova proposta de lei apresentada pelo Governo Português, esse ato terá consequências implacáveis.

De agora em diante, os cidadãos do nosso país, por cada cópia tirada, irão sofrer coimas bastante pesadas. Multas que poderão ir dos 250 aos 750 euros. Um castigo bastante apertado para o nível de vida nacional. Por isso, a melhor forma de contornar esta nova medida é mesmo não arriscar e apresentar apenas o original.

Os motivos que movem esta intenção são bastante claros. O principal objetivo desta nova imposição é evitar a clonagem e o roubo de identidade por parte de terceiros. Ao aplicar esta regra, o Governo tenta lançar o aviso a todos os usurpadores de identidade. O alerta que diz que o Estado está atento a todas as suas movimentações. Um passo em falso, vai significar um rude golpe nas contas daqueles que tentam ludibriar o sistema.

Esta ação tem o seu lado positivo e o seu lado negativo. É excelente para a nossa segurança, pois sentimo-nos muito mais protegidos. Todavia, não deixa de ser aborrecido, porque a cópia pode dar muito jeito quando perdemos o verdadeiro e precisamos de ser identificados.
É um tema que certamente irá continuar a dar que falar nos próximos tempos, provocando um pensamento concordante e outro discordante em todos nós.


Veja também: