Crédito habitação com menos procura

De acordo com dados do Banco de Portugal, no seguimento dos resultados do inquérito a cinco bancos sobre o mercado de crédito, a procura por crédito habitação diminuiu significativamente no segundo trimestre do presente ano.

Crédito habitação com menos procura

A acompanhar as débeis condições de concessão de crédito, está também a procura de crédito habitação que diminuiu significativamente no segundo trimestre do ano, de acordo com os resultados do inquérito a cinco bancos sobre o mercado de crédito, realizado pelo Banco de Portugal.

São apontados três motivos para este comportamento:

 

  • o ambiente pouco favorável que se vive actualmente contribui para uma diminuição da confiança dos consumidores;
  • a inflação e o aumento das despesas de consumo, mesmo que não relacionadas com a compra de casa;
  • as perspectivas para o mercado de habitação também não são as melhores.

 

O Governador do Banco de Portugal, Carlos Costa também aponta outro motivo para a queda da procura de empréstimos para a compra de casa, que é "o recurso a outras fontes de financiamento" pelos particulares.

Curiosamente, esta quebra na procura também coincidiu com uma altura em que são mais rigorosos os requisitos para ter acesso ao crédito habitação, isto porque os bancos enfrentam um grave problema de financiamento e as expectativas relativamente ao mercado imobiliário e todos os mercados em geral, estão um pouco debilitadas, além de terem sido impostos requisitos para os balanços das instituições fiannceiras, nomeadamente, pelo reforço dos capitais próprios.