DIAP investiga eventual fuga de informação no exame de Português

A eventual fuga de informação sobre a prova de Português está a ser alvo de investigação no DIAP de Lisboa.

DIAP investiga eventual fuga de informação no exame de Português
Exame de português pode vir a ser anulado

A eventual fuga de informação do exame nacional de Português “deu origem a um inquérito” e “o mesmo encontra-se em investigação no DIAP de Lisboa”, informou hoje a Procuradoria-Geral da República (PGR).

“Confirma-se a receção da participação do IAVE [Instituto de Avaliação Educativa], a qual deu origem a um inquérito. O mesmo encontra-se em investigação no DIAP de Lisboa [Departamento de Investigação e Ação Penal]”, disse a PGR em resposta à Lusa.

PARA ENTENDER O CASO

Numa gravação que circulou no WhatsApp, dias antes da prova de português, é possível ouvir uma aluna – que não se identifica – a revelar as matérias que seriam abordadas na prova de português dos exames nacionais. No áudio, a estudante garante que os colegas devem estudar Alberto Caeiro e, dias mais tarde, confirmaram-se as previsões. O caso foi alvo de uma denúncia pública feita ao Ministério da Educação.

Veja também: