Dispara uso de dispositivos móveis para atividades bancárias

Mobile money dispara em Portugal, seguindo tendência europeia de crescimento no uso de dispositivos móveis em atividades bancárias e pagamentos diários.

Dispara uso de dispositivos móveis para atividades bancárias
Geração Millennial na vanguarda da utilização

A adoção do mobile money é cada vez mais comum e, segundo o estudo anual de pagamentos digitais da Visa (Digital Payments), o mobile banking tornou-se uma nova realidade para 62% dos europeus e 59% dos portugueses.

A utilização de dispositivos móveis para gerir dinheiro, realizar operações bancárias e efetuar pagamentos é maior do que nunca, com 77% dos europeus e 75% dos portugueses a utilizar os seus dispositivos móveis para acompanhar as suas finanças e realizar pagamentos diários, como contas, estacionamento e atividades de lazer.

Millennials são os maiores utilizadores do mobile money

São os millennials a dar uma ajuda na confiança e segurança dos consumidores europeus, potenciando a aceitação do mobile money. 86% dos millennials europeus e 81% dos portugueses usam dispositivos móveis na atividade bancária, transferências ou monitorização do saldo. Estes lideram a população em geral quando se trata de utilizar dispositivos móveis para transferir dinheiro para amigos e familiares.

O crescente número de opções de pagamento digital através de dispositivos móveis está a incentivar os consumidores a encontrarem soluções de mobile money que se adaptem aos seus estilos de vida.

O referido estudo revela que 59% dos portugueses verifica o saldo ou acede a outros serviços através de uma aplicação bancária, 48% sentem-se seguros ao realizar transações através dos seus dispositivos móveis, em detrimento dos desktops e laptops, e 42% transfere dinheiro para amigos e familiares a partir de um smartphone ou tablet.

mobile money

Paula Antunes da Costa, Country Manager da Visa em Portugal, afirma o compromisso da Visa “com a inovação e em trabalhar com um amplo espectro de parceiros para garantir o acesso dos consumidores a pagamentos digitais fiáveis e seguros, em qualquer local  ou dispositivo que desejem utilizar”.

A Country Manager salienta ainda o entusiasmo “com os resultados deste estudo e com a confiança e entusiasmo que os consumidores, especialmente os millennials portugueses, expressaram pelos novos métodos de pagamento e cobrança, na adesão aos produtos e serviços digitais que melhor se adaptam ao estilo de vida em rápido movimento”.

Mobile money dispara, mas preocupações com segurança persistem

A nível europeu, as preocupações com a privacidade diminuíram de 51%, em 2016, para apenas 46%. Em Portugal, a percentagem é ligeiramente superior, com 50%.

As preocupações com a segurança assistiram a uma diminuição ainda maior, passando de 65%, em 2015 e 2016, para os atuais 59%. Em Portugal, a segurança ainda é uma preocupação (64%).

Veja também: