E se pudesse escolher o hospital onde quer ser consultado?

A partir de Maio já vai poder, finalmente, escolher em que hospital quer as suas consultas.

E se pudesse escolher o hospital onde quer ser consultado?
A partir de agora já vai ser possível escolher onde quer as suas consultas

Se até agora todos os utentes que marcassem consultas eram automaticamente reencaminhados para os hospitais de referência na sua área de residência, a partir de maio há novas regras.

Segundo notícia avançada, o despacho publicado recentemente revela que, a partir de agora, “o cidadão que aguarde pela primeira consulta de especialidade hospitalar pode, em articulação com o médico de família responsável pela referenciação, optar por qualquer uma das unidades hospitalares do SNS onde exista a especialidade em causa”.

Esta medida estava prometida há muitos anos e traz ao utilizador, finalmente, liberdade de escolha dentro do Serviço Nacional de Saúde para optar onde pretende ser consultado.

Este projeto vai ser implementado em todo o país de forma gradual, sendo que o Serviço Nacional de Saúde esclarece que “essa referenciação terá por base critérios prioritários como o interesse do utente, a proximidade geográfica e os tempos médios de resposta, acessíveis através do Portal do SNS, para a primeira consulta de especialidade hospitalar nas várias instituições do SNS”.

Esta medida é válida para consultas da especialidade, sendo que as marcações passarão sempre pelos centros de saúde. Sabe-se também que “haverá uma comparticipação das deslocações em casos de doentes crónicos e carências económicas”.

 

Veja também: