Gostava de trabalhar nas Aldeias SOS?

As Aldeias SOS procuram colaboradores para as funções de angariador de amigos, ajudantes de ação educativa e mães SOS. Conheça os requisitos.

Gostava de trabalhar nas Aldeias SOS?
Saiba como candidatar-se!

As Aldeias SOS são uma organização internacional, privada, de ajuda às crianças, sem fins lucrativos, independente de qualquer orientação política, fundada em 1949 em Imst (Áustria), e presente em 134 países.

A organização tem como missão “construir famílias para crianças em risco ou perigo, ajudando-as a serem parte da construção do seu próprio futuro, em conjunto com a comunidade”, recriando famílias num modelo de acolhimento diferenciado. As crianças vivem numa casa, com uma mãe SOS e permanecem junto dos seus irmãos biológicos no ambiente protetor da Aldeia e fazendo parte ativa e integrante da comunidade.

As Aldeias de Crianças SOS são membro da UNESCO e conselheiro do Conselho Económico e Social das Nações Unidas.

Se gostava de colaborar e fazer parte deste projeto, conheça as ofertas de emprego em aberto nas Aldeias SOS.

Em Cascais, Oeiras, Lisboa, Aveiro e Leiria, a instituição procura para as suas equipas de rua, em part-time, angariadores de amigos SOS.

São procuradas pessoas comunicativas, motivadas pela área social, para abordar diretamente pessoas em locais públicos sobre o trabalho da organização e angariar novos Amigos SOS (doadores regulares) para as Aldeias de Crianças SOS.

As características de perfil referidas são a assiduidade e pontualidade; resistência à frustração; resiliência; vontade de trabalhar por objetivos, com empenho e dedicação; motivação pelo trabalho da organização e motivação pelo trabalho em equipa.

A organização está também a recrutar ajudantes de ação educativa, com elevada flexibilidade no acompanhamento das rotinas e necessidades das crianças que as Aldeias SOS acolhem.

Para candidatar-se, deverá ter entre 30 a 50 anos; ter o 12.º ano e/ou formação na área da educação; vontade e disponibilidade para permanência prolongada numa Aldeia SOS e assumir um compromisso profissional de longo prazo e ter capacidade de aceitação das crianças e jovens e das suas características individuais. A experiência profissional nesta área é fator preferencial.

As Aldeias SOS necessitam ainda de mães SOS. São procurados candidatos com idades entre os 30 e 50 anos; escolaridade mínima obrigatória, com preferência ensino secundário e/ ou formação na área da educação; disponibilidade pessoal; física e mentalmente saudável; vontade de viver numa Aldeia SOS e assumir um compromisso profissional que cubra pelo menos uma geração de crianças; capacidade de aceitação das crianças e jovens e das suas características individuais; capacidade de adaptação a diferentes cenários ou vivências; capacidade de trabalhar em equipa; tolerância e capacidade de comunicação e relação interpessoal. A experiência profissional anterior nesta área será fator preferencial.

Todas estas posições são remuneradas de acordo com as funções desempenhadas, com vínculo contratual ou regime de prestação de serviços, no caso da função de angariador de amigos SOS.

Se pretende saber mais sobre estas ofertas das Aldeias SOS ou candidatar-se, clique aqui!

Veja também: