INE está à procura de 11 especialistas em estatística

O Instituto Nacional de Estatística (INE) está a recrutar licenciados em várias áreas para assumir as funções de especialista em estatística.

INE está à procura de 11 especialistas em estatística
Ordenados são superiores a 1.250 euros

Está a decorrer um concurso público para contratar 11 profissionais (sendo um lugar reservado a candidatos com deficiência) para trabalhar no INE.

Estes especialistas em estatística vão auferir ordenados de 1.252,97 euros e precisam de ser licenciados nas áreas de Economia, Gestão, Finanças, Estatística, Matemática, Matemática Aplicada à Economia e à Gestão, Informática e Sistemas de Informação.

Podem concorrer quaisquer candidatos sem vínculo de emprego público.

Para trabalhar no INE é preciso cumprir os requisitos gerais necessários ao exercício de funções públicas, ou seja, ter nacionalidade portuguesa, 18 anos, não estar inibido do exercício de funções públicas ou interdito para o exercício de funções que se propõe desempenhar, possuir robustez física e perfil psíquico indispensáveis ao exercício das funções e ter cumprido as leis de vacinação obrigatória.

Depois é preciso ter habilitação académica nas áreas mencionadas, expressão fácil em língua inglesa, falada e escrita e bons conhecimentos de informática. Além disso, os candidatos devem ter facilidade de escrita e capacidade para a elaboração de estudos e relatórios; boa capacidade de análise de informação e sentido crítico; motivação para o desempenho de tarefas de elevada responsabilidade, com sentido de missão e espírito de iniciativa; e bom relacionamento interpessoal e capacidade de trabalho em equipa.

Pode-se candidatar a este concurso do INE aqui.

Veja também: