Quer ser vigilante da natureza? Há 30 vagas em todo o país

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas abriu concurso com 30 vagas para vigilante da natureza. Saiba como candidatar-se.

Quer ser vigilante da natureza? Há 30 vagas em todo o país
Candidaturas até 17 de novembro

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas está a recrutar para a carreira de vigilante da natureza. O concurso é aberto a pessoas com e sem vínculo à função pública. O prazo para candidaturas termina a 17 de novembro.

Para candidatar-se deverá possuir um curso tecnológico do ensino secundário ou equivalente, 12º ano ou grau académico superior; ter carta de condução e ter menos de 30 anos à data em que termine o prazo para a apresentação das candidatura.

O vigilante da natureza assegura, nas respetivas áreas de atuação do serviço, funções de vigilância, fiscalização e monitorização relativas ao ambiente e recursos naturais, nomeadamente no âmbito do domínio hídrico, do património natural e da conservação da natureza.

Na totalidade são 30 vagas para vigilante da natureza em todo o país, distribuídas da seguinte forma:

Departamento da Conservação da Natureza e das Florestas – Norte

  • Parque Natural da Peneda do Gerês (4);
  • Parque Natural de Montesinho (2);
  • Parque Natural do Alvão (1);
  • Parque Natural Litoral Norte (1);
  • Parque Natural Douro Internacional (1).

Departamento da Conservação da Natureza e das Florestas – Centro

  • Paisagem Protegida da Serra do Açor (1);
  • Parque Natural da Serra da Estrela (4);
  • Parque Natural Tejo Internacional (1).

Departamento da Conservação da Natureza e das Florestas  – Lisboa e Vale do Tejo

  • Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica (1);
  • Parque Natural da Arrábida (1);
  • Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros (1);
  • Reserva Natural das Berlengas (1).

Departamento da Conservação da Natureza e das Florestas –  Alentejo

  • Parque Natural Serra de S. Mamede (1);
  • Parque Natural Vale do Guadiana (2);
  • Reserva Natural das Lagoas de Santo André e Sancha (2);
  • Rede Natura Alentejo Norte (1).

Departamento da Conservação da Natureza e das Florestas – Algarve

  • Parque Natural Ria Formosa (1);
  • Parque Natural Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina (3);
  • Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António (1).

Formalização das candidaturas a vigilante da natureza

As  candidaturas devem ser apresentadas mediante requerimento dirigido ao presidente do Conselho Diretivo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I. P., diretamente nas instalações da sede do ICNF, I. P., na Av. da República, 16, 1050  -191 Lisboa, no horário de atendimento ao público: das 9h30h às 13h00 e das 14h30 às 17h00h; ou através do envio, por correio registado com aviso de receção, em envelope fechado, com a identificação do presente aviso.

Não são aceites candidaturas enviadas por correio eletrónico.

Se pretende saber mais sobre este procedimento, consulte o Aviso n.º 13241-A/2017 publicado em Diário da República aqui.

Veja também: