Publicidade:

Minipreço tem dezenas de vagas em aberto

O Minipreço está a reforçar equipas. Há trabalho em várias áreas, na sede, nos centros de distribuição e armazéns, nas lojas Minipreço e Clarel.

Minipreço tem dezenas de vagas em aberto
Oportunidades são para vários pontos do país

O Grupo Dia abriu o primeiro Minipreço em Portugal em 1979, em Lisboa. Esta multinacional do setor da distribuição de alimentação está sediada em Espanha, sendo ainda representada na China, Argentina e Brasil, contando com mais de 39.000 funcionários.

No nosso país, o Grupo Dia emprega mais de 3.500 pessoas, mas continua a reforçar equipas.

Oportunidades de emprego


Para trabalhar na sede, na Quinta da Fonte, em Paço d’Arcos, o Minipreço procura licenciados em Gestão, Economia, Engenharia e Engenharia Industrial, Contabilidade ou Matemática Aplicada para ocupar funções de Analista de Franquias e Concessões, Analista de Supply Chain, Comprador de bens e serviços e técnico de aprovisionamento e técnico de inventários.

Há também trabalho para prospetores de loja, de norte a sul do país, com apetência pela área comercial e facilidade de comunicação e negociação – e, ainda, experiência profissional em funções similares ou ligadas à área comercial.

Nos centros de distribuição e armazéns, a empresa tem vagas para operadores de armazém a tempo inteiro em Alverca, Torres Novas e Valongo, que vão tratar da preparação de encomendas; conferência de mercadoria e expedição de encomendas. Os candidatos devem ser jovens e dinâmicos, ter, no mínimo, o 9.º ano de escolaridade, de preferência experiência na área e na condução de máquinas, disponibilidade para trabalhar por turnos e transporte próprio.

O Minipreço também precisa de operadores de loja e de talho, a full-time e part-time, para Albergaria-a-Velha, Alentejo, Algarve, Linha de Cascais, Linha de Sintra, Lisboa, Sacavém, Santa Maria de Lamas, Souto da Carpalhosa e Torres Vedras.

Estes profissionais vão fazer o atendimento ao cliente; registo em caixa; reposição de mercadoria e limpeza e manutenção do espaço e equipamentos. A empresa quer trabalhadores com, no mínimo, o 9.º ano, apresentação cuidada, dinamismo e facilidade no relacionamento interpessoal, orientação comercial, apetência pelo trabalho em equipa e disponibilidade imediata.

Há, ainda, oportunidades de emprego no Grupo Dia para as Lojas Clarel de Albufeira, Coimbra, Figueira da Foz, Linha de Sintra, Lisboa, Porto, Quarteira e Loulé e Tavira. Neste caso é preciso ter como escolaridade mínima o 12º ano; experiência no ramo da cosmética, perfumaria ou estética; orientação para o aconselhamento personalizado; excelente capacidade de comunicação e persuasão; dinamismo, polivalência e uma apresentação cuidada e disponibilidade para horários rotativos.

Saiba mais sobre estes empregos aqui.

Veja também: