Nestlé vai criar 2500 postos de trabalho

A Nestlé pretende criar 2500 postos de trabalho em Cascais com novo centro de serviços partilhados, que faz parte de projeto de reestruturação em Cascais.

Nestlé vai criar 2500 postos de trabalho
Inicialmente vão ser abertas 600 vagas

Nestlé, multinacional suíça, é a maior companhia de alimentação e bebidas ao nível mundial e líder em nutrição, saúde e bem-estar. Com mais de 2000 marcas, globais e locais, o grupo está presente em 191 países. Tem mais de 335 mil funcionários e 436 fábricas distribuídas por 85 países.

Esta semana, a marca anunciou que pretende criar 2500 de postos de trabalho em Cascais. Esta decisão integra um projeto de reestruturação imobiliário do município de Cascais, na Quinta da Alagoa, em Carcavelos, que envolve um investimento de 50 milhões de euros.

Numa primeira fase, vão ser abertos pela multinacional 600 postos de trabalho altamente qualificados, um número que deve duplicar na segunda fase.

No âmbito do projeto da Quinta da Alagoa, a fábrica de material elétrico da Legrand, em Carcavelos, vai ser transferida para outra zona do concelho de Cascais, sendo este complexo alvo de remodelações de forma a prepará-lo para outras valências.

Nesta área de 45 mil metros quadrados vão ser instalados os espaços destinados a escritórios, residências universitárias, comércio, restauração e serviços, para além de um pavilhão gimnodesportivo, e é no espaço dedicado aos escritórios que será instalado o novo centro de serviços partilhados da Nestlé.

Fonte da autarquia refere que este novo projeto da empresa em Cascais é feito em parceria com o novo polo da Universidade Nova, que também vai abrir em breve a School of Business & Economics em Carcavelos.

Veja também: