Especialistas desaconselham uso de Airpods

Quem o avisa, seu amigo é. Certo? Há especialistas a desaconselhar o uso dos novos Airpods. E agora, Apple?

Especialistas desaconselham uso de Airpods
E agora, Apple?

“Estamos a brincar com o fogo”, dizem. A expressão, bem conhecida, foi utilizada por especialistas e investigadores para descrever o perigo dos Airpods. Os auriculares sem fios com Bluetooth que a Apple vai começar a vender em breve podem ser prejudiciais para a nossa saúde devido à existência de ondas de baixa-frequência. Estas ondas, emitidas pelos Airpods, podem afetar negativamente a camada que separa o cérebro do sangue.

"Estamos a brincar com o fogo", afirmou Joel Moskowitz, professor na Escola de Saúde Pública na Universidade da Califórnia em Berkeley, ao jornal Daily Mail. "Porque é que alguém haveria de inserir dispositivos que emitem micro-ondas dentro dos ouvidos, ao lado de cérebro, quando há formas mais seguras de usar o telemóvel?", questionou.

“Embora não saibamos os riscos a longo-prazo da utilização de dispositivos Bluetooth, porque é que alguém haveria de inserir dispositivos emissores de micro-ondas nos seus ouvidos, próximo do cérebro, quando há formas mais seguras de utilizar o telemóvel? Recomendo a utilização de auscultadores com fios ou utilização sem fios de telemóvel, não auscultadores sem fios,” afirmou Moskowitz.

A Apple ainda não divulgou a frequência exata das ondas que os Airpod emitem mas os engenheiros da maçã garantem que esta não ultrapassa as normas da Comissão Federal de Comunicações que regulam as telecomunicações e a difusão de rádio nos Estados Unidos. Contudo, mais de 200 especialistas em saúde pública argumentam que estas normas são insuficientes para proteger os utilizadores.

Recorde-se que os Airpods foram divulgados juntamente com o novo iPhone 7 e apanhou a comunidade tecnológica de surpresa. A aposta revolucionária da Apple, que chegará brevemente ao mercado, pretende mudar a forma como os utilizadores usufruem dos seus smartphones.

Veja também: