Estado conseguiu cobrar mais impostos e vai premiar portugueses

Há mais dinheiro nos cofres do Estado, devido principalmente ao programa de execução fiscal. Saiba que benefícios poderá isso trazer aos portugueses.

Estado conseguiu cobrar mais impostos e vai premiar portugueses
Governo vai devolver dinheiro a dois milhões de portugueses
  • Parte de sobretaxa pode ser devolvida já em 2016

O intensivo combate à fraude que tem sido praticado pelo atual Governo, nomeadamente através do programa E-Fatura, tem revelado resultados muito positivos que são agora divulgados. Hoje em dia, e segundo notícia avançada, são mais de “5,4 milhões por dia que o Estado está a cobrar em impostos em relação ao ano passado, sendo que os números da execução orçamental mostram que, até agosto deste ano, a receita subiu 1,3 milhões de euros comparativamente com 2014”. A boa notícia para os contribuintes portugueses é que, deste valor, “cerca de 260 milhões vão regressar ao bolso de mais de dois milhões de contribuintes, através do crédito fiscal que será pago em 2016”.

Desta forma, o Estado orgulha-se de ter ultrapassado já em agosto o objetivo que tinha definido para 2015. Em comunicado, sabe-se que “para além do sucesso da E-fatura, também a receita de IRC subiu 12,4% graças à recuperação económica e à fiscalização mais apertada de stocks e inventários”.

Segundo a previsão do Estado, “o crédito fiscal passará dos 25% divulgados em junho, para 35,3%, sendo que a sobretaxa de IRS vai passar, já em janeiro, dos 3,5 para 2,3%”.

Em jeito de término, é importante ressalvar que “a atividade económica, em particular os restaurantes, cafés e hotéis, permitiu ao fisco cobrar mais 200 milhões de imposto”, o que em muito ajudou às contas finais.


Veja também: