AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Estágios para desempregados com mais de 30 anos a partir de abril

O programa do Governo dá pelo nome REATIVAR e permite que os desempregados com mais de 30 anos possam candidatar-se a estágios remunerados. Saiba quais as condições de acesso.

Estágios para desempregados com mais de 30 anos a partir de abril
Candidate-se ao programa REATIVAR
  • Existem condições especiais para este tipo de estágios

Já tinha sido noticiado há algumas semanas que os desempregados de longa duração e com mais de 30 anos iriam poder beneficiar de um novo programa de estágios proposto pelo Executivo de Passos Coelho. 

A partir de Abril, já vai ser finalmente possível este grupo de desempregados usufruírem do programa REATIVAR que “consiste num programa de estágios de seis meses para desempregados com idade mínima de 31 anos que estejam inscritos há mais de doze meses num centro de emprego português ou num país estrangeiro”.


Condições de acesso

As condições de acesso a este programa de estágios têm algumas restrições. Os candidatos deverão ter mais de 30 anos e “não podem ter beneficiado de outros programas de estágio do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) nos três anos anteriores”.

De ressalvar também que o programa REATIVAR dará prioridade aos candidatos que "não tenham beneficiado de qualquer medida ativa de emprego financiada pelo IEFP". Por outro lado, os candidatos também não podem “beneficiar de um estágio numa empresa onde tenham trabalhado 12 meses antes”.


FIQUE ATENTO:
Se quer receber mais notícias gratuitas como esta, basta registar-se no E-Konomista. Toda a informação sobre emprego actualizada ao minuto.

As empresas

Se tem uma empresa e também quer ter acesso a este apoio, saiba que a sua empresa não pode ter dividas ao fisco nem à Segurança Social, assim como não pode ter qualquer incumprimento junto do IEFP nem tão pouco salários em atraso.


Remuneração e prazos

Os estagiários que aderirem a este programa vão receber uma remuneração que varia entre os 419,22 euros e os 691,7 euros brutos.
O IEFP compromete-se a avaliar e decidir as candidaturas num prazo máximo de 30 dias úteis.


Veja também: