Filme português ganha prémio de ecoturismo

O filme português “Eu Sou Príncipe”, filmando em São Tomé e Príncipe, ganhou um prémio de ecoturismo.

Filme português ganha prémio de ecoturismo
Nos Deauville Green Awards

Pedro Canavilhas foi o produtor. Leandro Ferrão o responsável pela fotografia. Dinis Costa tratou do Som e Miguel Figueiredo responsável pela edição. E assim nasceu o filme português “Eu Sou Príncipe”, filmado em São Tomé e Príncipe, vencedor de um prémio de ecoturismo nos Deauville Green Awards.

Filmes “Eu Sou Príncipe” ganhou prémio de ecoturismo

Classificada pela UNESCO, como Reserva Mundial da Biosfera, a Ilha do Príncipe tem apenas 7 mil habitantes e é um verdadeiro ponto verde perdido no azul profundo do Golfo da Guiné. Uma ilha que tem vindo a ganhar protagonismo graças ao projeto de ecoturismo e turismo sustentável levado a cabo pelo milionário sul-africano Mark Shuttleworth, que tem criado riqueza sem destruir a natureza.

A sua genuinidade faz com que a Ilha do Príncipe seja um destino de eleição para quem procura os cenários mais selvagens onde a mão humana pouco tocou.

Foram precisamente esses cenários e toda a beleza natural da ilha que permitiram que o filme português “Eu Sou Príncipe” vencesse um prémio nos Deauville Green Awards – festival internacional de produções audiovisuais que premeia projectos sobre sustentabilidade, eco-inovações e responsabilidade social – como o melhor na categoria “Eco-tourism and responsible travel”.

Um filme que retrata o quotidiano da engenheira agrónoma Francesca Orlandi e do chef Leonardo Pereira envolvidos num projecto do grupo HBD (do milionário Shuttleworth), que visa a preservação da floresta e uma produção integrada do cacau e de outras culturas agroflorestais.

O filme pode ser visto aqui.

Veja também: